O que você procura?

quinta-feira, 21 de julho de 2016

APÓS INTERVENÇÃO DE CABO JÚLIO COMANDO DA PM VAI CONVOCAR OS 249 EXCEDENTES DO CFSD-PM 2016

O Deputado CABO JÚLIO Vice-líder do governo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), intercedeu junto ao Comando da PMMG, Coronel Bianchini, para que a convocação dos excedentes do Curso de Formação de Soldados da Polícia Militar de Minas Gerais (CFSd/2016) fosse aprovada.

Comandante-Geral atendeu a solicitação do Deputado CABO JÚLIO,nesta quinta-feira (21/07), serão convocados 249 excedentes.

Deputado Cabo Júlio
Vice-líder do Governo
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

23 comentários:

Anônimo disse...

Exmo. Deputado Cabo Júlio, boa tarde!

No alto de seu conhecimento, me ajude com uma questão sobre o posicionamento do comando da PMMG. Para a situação abaixo:

É sabido, que se o candidato a concurso da PMMG, mesmo que após aprovação em todas as fases do concurso, não terá sua matrícula aceita, caso no passado, tenha se envolvido em algum delito, pelo qual, tenha sido condenado, ou seja tem a "capivara" suja não fará parte da corporação. O individuo não tem o direito de ter mudado.
Diante disso, o que explica o teste psicológico PMK, que já teve por 4 vezes parecer desfavorável pelo CFP continuar a ser utilizado nos concursos da PMMG? Se por 4 vezes o teste foi considerado desfavorável, porque ele ainda é usado? Outra coisa, a resolução CFP N.º 002/2016, no seu art. 2, fala que a análise dos teste deve ser de forma conjunta, ainda assim a clínica responsável pelos exames, assim como a junta que analisou o recurso consideram correto emitir parecer com base em apenas um teste, não levando em consideração os demais, indo contra a resolução do CFP.

Diante desse descaso com as normas do conselho regulador da profissão de psicologo, assim como, a incoerência do comando da PMMG quanto a utilização deste teste, nos candidatos, já nos candidatos que já estamos com as finanças devastadas pelo longo processo seletivo, caso queiramos fazer valer nosso direito, teremos que litigiar na justiça para comprovar nossa sanidade mental.

Dois pesos, duas medidas.

Que fique claro, não sou contra a submissão de nos candidatos a exames psicológicos, sou contra a aplicação de um teste, cuja comunidade científica não tem unanimidade sobre sua validade. É contraindicação do candidato sem respeitar as normas do conselho de psicologia.

Qual o posicionamento do nobre Deputado com relação a este assunto?

Aguardamos resposta do deputado.

Atenciosamente.

Ass: Candidato contraindicado por decisão empírica da PMMG.

Lorena Rodrigues Alves disse...

Maravilhaa! Obrigada deputado Cabo Julio pela intercessão!!
Serão convocados amanha mesmo ???

Geraldo Fernandes disse...

Parabéns pela intervenção.Minas agradece.Competência, transparência, ética e eficiência .Nosso abraço!

Fabrício Lopes disse...

A PMMG reprovou uma galera tanto no concurso CFSD 2016 interior quanto na RMBH. É um absurdo, o candidato gasta quase R$ 3.000,00 durante todo o processo, dai na ultima fase reprova o candidato num teste ridículo como o PMK, teste esse que num dia pro outro pode alterar o resultado. E simplesmente a PM ceifa todo o sonho e sacrifício dos candidatos. E nem adianta entrar com recurso administrativo contra o teste psicológico, porque eles não deferem nada. Agora me respondam, será mesmo que mais 1200 candidatos tem problema psicológico????????????? Claro que não.... Essa fase tinha que ter uma contraprova e não excluir o candidato logo de cara. E outra coisa, ela tinha que ser a primeira fase. Dai evita do candidato gastas horrores sem ter de onde tirar.

Anônimo disse...

Exmo. Deputado Cabo Júlio, boa tarde!

No alto de seu conhecimento, me ajude com uma questão sobre o posicionamento do comando da PMMG. Para a situação abaixo:

É sabido, que se o candidato a concurso da PMMG, mesmo que após aprovação em todas as fases do concurso, não terá sua matrícula aceita, caso no passado, tenha se envolvido em algum delito, pelo qual, tenha sido condenado, ou seja tem a "capivara" suja não fará parte da corporação. O individuo não tem o direito de ter mudado.
Diante disso, o que explica o teste psicológico PMK, que já teve por 4 vezes parecer desfavorável pelo CFP continuar a ser utilizado nos concursos da PMMG? Se por 4 vezes o teste foi considerado desfavorável, porque ele ainda é usado? Outra coisa, a resolução CFP N.º 002/2016, no seu art. 2, fala que a análise dos teste deve ser de forma conjunta, ainda assim a clínica responsável pelos exames, assim como a junta que analisou o recurso consideram correto emitir parecer com base em apenas um teste, não levando em consideração os demais, indo contra a resolução do CFP.

Diante desse descaso com as normas do conselho regulador da profissão de psicologo, assim como, a incoerência do comando da PMMG quanto a utilização deste teste, nós candidatos que já estamos com as finanças devastadas pelo longo processo seletivo, caso queiramos fazer valer nosso direito, teremos que litigiar na justiça para comprovar nossa sanidade mental.

Dois pesos, duas medidas.

Que fique claro, não sou contra a submissão de nos candidatos a exames psicológicos, sou contra a aplicação de um teste, cuja comunidade científica não tem unanimidade sobre sua validade. É contraindicação do candidato sem respeitar as normas do conselho de psicologia.

Qual o posicionamento do nobre Deputado com relação a este assunto?

Aguardamos resposta do deputado.

Atenciosamente.

Ass: Candidato contraindicado por decisão empírica da PMMG.

Anônimo disse...

RMBH ou Interior?

andre luis disse...

Boa noite Sr Deputado Cabo Júlio, é certeza de chamar ?
Ou é somente expectativa ?

Anônimo disse...

Hoje saiu a convocação do cfsd 2016 interior, não sendo convocado os excedentes.
Será que ainda podemos acreditar Deputado??
Fizemos muitos planos ....

Anônimo disse...

Deputado Cabo Júlio boa noite!

Pergunto sobre a possibilidade de olhar junto ao Comandante Geral ou se necessário junto ao Governador do Estado, o fato de que os militares estão sendo prejudicados, uma vez que o Batalhão está ativando punição de militares sem o direito recursal, pois a decisão de punir agora é do Batalhão. Parede que nenhuma entidade de classe ou Deputado militar tem tomado providências ou tido conhecimento de tal fato que tem prejudicado os militares, vindo a se cerceado os nossos direitos. Apenas direito a recurso como em épocas anteriores o Comandante Geral tinha o poder de punir.




Atenciosamente,

Anônimo disse...

Tem uma data prevista essa convocação?

Anônimo disse...

Cabo Júlio! Boa noite!
Quando será a convocação? Pq ontem foram convocados somente os candidatos que estão dentro das vagas. Estou em excedente em minha região por 6 vagas, gostaria de sabe se realmente serei chamado.

Luciana disse...

Tem previsão para convocar os excedentes?

Isaque Bastos disse...

Poderia intervir pelos candidatos que ficaram ociosos quanto a chanada da para a 4 fase do concurso cfsd 2016 interior.
Há uma extrema necessidade de efetivo nas regiões do interior do Estado, alguns candidatos nao foram convocados nao por inaptidão aos testes físicos mas sim pela classificatória nos pontos. Esse direito de sermos convocados através de ato complementar para a realização dos testes psicológicos e toxicológicos por conveniência administrativa.
Sabemos que mesmo com o provimento das vagas do edital, nao sao o suficiente para atender o deficit de contingente no interior do Estado.
Peço que olhe por nós com carinho.
Abraços aos colegas que estão na mesma situação e boa sorte a todos.
Obrigado pela atenção.

Anônimo disse...

Parabéns pela intervenção cabo Julio, será um grande ganho para a sociedade mineira.

Anônimo disse...

Amigo acho que na informação está claro que o pedido foi atendido pelo comandante geral. Nesse viés deve se esperar a convocação através do site da PMMG.

Anônimo disse...

Amigo, a convocação dos excedentes sempre foi publicada posteriormente em outro documento após a lista dos candidatos dentro das vagas. Deve se aguardar e se atentar a publicação da convocação dos excedentes através do site da PMMG.

Michael Douglas disse...

Alguém pode responder essas perguntas?nenhuma foi esclarecida..

Michael Douglas disse...

Alguém pode responder essas perguntas?nenhuma foi esclarecida..

Anônimo disse...

Cabo Júlio bom dia!

Gostaria de lhe agradecer pelo empenho e dedicação junta a nossa causa, espero realmente que sejam convocados os excedentes, no meu caso não fiquei com a nota classificatório pra 4' etapa mais estou apto. Por favor intervenha para que convoquem todos nesta mesma situação!

Eliton Pereira disse...

Parabéns, cb Júlio pela intervenção. Aliás, aguardaremos nos próximos dias a convocação dos excedentes.
O povo de minas gerais agradece.pela busca de excelência em todos os âmbitos para a PMMG e para todas as Instituições de segurança pública do estado.
Vamos, que vamos.

Anônimo disse...

http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR93223

Será que o Sr. Deputado Cabo Júlio poderá interceder ao nosso favor junto ao Comando Geral da PMMG?

Anônimo disse...

Estimado Doutor e Deputado Cabo Júlio, bom dia,


Relacionado ao manifesto de um dos candidato ao concurso CFSD QPPM/2016 - INTERIOR, também gostaria de saber o posicionamento do deputado sobre esta situação, e se é possível sua intervenção a favor dos candidatos.

Acredito que vários candidatos se enquadram no caso onde apenas o teste PMK foi considerado (teste cujo parecer é desfavorável pelo CFP), e os demais resultados foram ignorados.

Gostaria de ressaltar o parágrafo citado pelo candidato "a resolução CFP N.º 002/2016, no seu art. 2, fala que a análise dos testes devem ser de forma conjunta)

E ainda sim, a clínica responsável pelos exames psicológicos, assim como a junta que analisou o recurso administrativo, consideram correto dar um parecer com base em apenas um teste?

Passar no processo seletivo, e poder ingressar na PMMG é uma grande conquista para os candidatos, visto o esforço e dedicação aplicados no concurso para alcançar este objetivo. Diante disso, não é possível ignorar este fato, quando o que vemos, é que o direito a esta conquista foi retirado do candidato sem uma justificativa plausível. Fica impossível compreender toda esta situação.

Aguardo encarecidamente seu posicionamento e se possível sua ajuda

Anônimo disse...

Concurso para o Interior, alguns candidatos com 182 pontos entraram, enquanto outros com 200 pontos estão de fora da 4ª etapa, não faz sentido isso. Em concurso público nível estadual, contar com a sorte de qual região escolher, se o nível é estadual, deveria considerar a nota geral para distribuição dos candidatos e não prejudicar alguns, por sabe-se lá o motivo.
Além de que, até na publicação para chamada para 4ª etapa, deixaram claro que seria considerado apenas o critério de sexo e não mais de região, o que daria oportunidade de todos não reprovados no TAF, estarem sendo convocados hoje como excedentes!