O que você procura?

terça-feira, 2 de setembro de 2014

DUPLA É PRESA SUSPEITA DE ATEAR FOGO EM QUARTEL DE SANTA EFIGÊNIA DE MINAS

Suspeitos teriam sido reconhecidos em imagens do circuito interno do quartel

Dois homens suspeitos de atear fogo quartel da Polícia Militar em Santa Efigênia de Minas, no Vale do Rio Doce, foram presos no domingo (31). Eles foram detidos por porte ilegal de arma de fogo, mas teriam as mesmas características dos homens que aparecem nas imagens registradas pelo circuito interno de segurança do quartel pouco antes do incêndio que destruiu a unidade no último dia 24.

De acordo com a delegada Juliana Califf, da Delegacia Regional de Guanhães, os suspeitos negam qualquer envolvimento com o incêndio ao quartel da PM. Entretanto, familiares teriam confirmado que a dupla comentou sobre o crime em casa. 

— Há 15 dias eles furtaram armas de um delegado aposentado da cidade e foram presos e levados para o quartel de Santa Efigênia e depois para a delegacia. Eles foram liberados ao pagar fiança, mas teriam dito que não aceitavam ser presos por militares e que tirariam o quartel da PM de lá. 

Ainda conforme a delegada, os dois presos já foram ouvidos e encaminhados à Delegacia de Virginópolis. Entretanto, ela só deve divulgar a identidade dos envolvidos após a conclusão da análise das imagens registradas no dia do crime. Ela disse ainda que a Justiça já havia expedido mandado de prisão contra os dois, mas ele não haviam sido localizados. 

A suspeita de que o incêndio tivesse sido criminoso já teria sido ventilada antes mesmo do início das investigações. Isso porque, no início deste ano, alguém colocou fogo no portão da unidade policial, mas as chamas foram rapidamente controladas. Uma das hipóteses era de que o crime tivesse sido praticado a mando do prefeito da cidade, João Abnir Pinho, preso durante o Carnaval deste ano. 

— Essa era uma linha de investigação, mas foi completamente descartada. 

A reportagem tentou contato com o prefeito, mas ele não foi localizado. 

Entenda o caso

Na madrugada do dia 24, um incêndio destruiu completamente as dependências do quartel de Santa Efigênia de Minas. Foram queimados uma viatura policial, dois computadores, duas mesas, uma televisão, dois armários de arquivo, uma impressora, dois telefones, um cofre, três cadeiras e uma geladeira. Além disso, houve danos à estrutura do quartel.
FONTE: R7
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: