.

.

.

.

.

.

sexta-feira, 29 de abril de 2016

0

PARABÉNS!!!POLICIAMENTO AMBIENTAL COMPLETA 50 ANOS.

florestal 1O Deputado CABO JÚLIO parabeniza aos policiais militares do policiamento de Meio Ambiente, pelos 50 anos.

O policiamento de Meio Ambiente remonta desde o ano de 1966, inicialmente, com o Grupo de Inspetores da Guarda Florestal, sendo esse extinto, momento em que se atribuiu à Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) a competência para fiscalizar os setores de fauna, flora, pesca e atividades potencialmente poluidoras. Tivemos então os primeiros passos que efetivaram o policiamento de Meio Ambiente, recebendo a denominação de Contingente de Vigilância Rural (CVR).

No decorrer dos anos a denominação inicial foi mudada recebendo as denominações de Delegacia de Vigilância Rural, Delegacias Regionais de Vigilância Rural, Batalhão de Polícia Florestal, Companhia de Polícia Florestal e atualmente Companhia de Policia Militar de Meio Ambiente e Trânsito e Companhia de Meio Ambiente na RMBH.

Assim, em 29/04/16 o Policiamento de Meio Ambiente completa 50 anos de existência e para enaltecer esta data, diversas ações e atividades serão desenvolvidas a fim de reconhecer e valorizar o trabalho dos nossos valorosos profissionais atuantes no policiamento de meio ambiente.





0

MILITARES DE TAIOBEIRAS AGRADECEM PESSOALMENTE DEPUTADO CABO JÚLIO PELAS EMENDAS DESTINADAS PARA O NORTE DE MINAS

Cmt da 2ª Cia Ind PM de Taioboeiras, Major PM Giovane Rodrigues e o Sgt Silas entre a
equipe do Deputado CABO JÚLIO.
O Comandante da 2ª Companhia Independente de Polícia Militar de Taioboeiras, Major PM Giovane Rodrigues, acompanhado do Sargento Silas Pereira, visitaram o gabinete do Deputado CABO JÚLIO, nesta sexta-feira (29/04), para agradecê-lo pelas emendas destinadas para as unidades da Polícia Militar do Norte de Minas. Os militares foram recebidos pela equipe do CABO JÚLIO que, por sua vez, não pode estar presente, em razão de compromissos agendados anteriormente.

Em 2015, o Deputado destinou R$ 84.350,00 para reforma e ampliação da companhia em Taiobeiras. De acordo com o comandante, com o recurso, foi possível adquirir mobiliário e melhorar a estrutura do alojamento dos policiais militares. Major Giovane lembrou ainda das emendas para as Companhias Independentes de Rio Pardo e Santa Cruz de Salinas, que juntas receberam R$ 65 mil. O recurso está sendo aplicado em reformas na sede e na compra de móveis e equipamentos.

"A região é muito carente e a estrutura das unidades muito precárias, esses recursos destinados pelo Deputado CABO JÚLIO têm sido muito importantes para melhorar a estrutura das nossas unidades. Estamos muito agradecidos", disse o Comandante da 2ª Cia Ind.

Emendas em 2016 - No dia 18 de abril, o parlamentar anunciou os recursos que ele destinará em 2016. Os R$ 2.915.650,00 (dois milhões, novecentos e quinze mil e seiscentos e cinquenta reais) serão destinados para o Corpo de Bombeiros, para as unidades da PM do Norte de Minas e Belo Horizonte, para as Nais da PM e do BM, além do Colégio Tiradentes. Em suas palavras, nunca um deputado destinou todas as suas emendas para sua classe.
0

SP: ÚNICA MULHER DO PELOTÃO, PM TENTA RETOMAR CARREIRA APÓS TIRO DE FUZIL

RESUMO - Em agosto do ano passado, a soldado da Polícia Militar Adriana da Silva Andrade, 30, levou um tiro de fuzil na cabeça. O crime ocorreu enquanto ela e um parceiro faziam uma patrulha na marginal Pinheiros, zona oeste de SP. Uma quadrilha encontrou o carro da PM durante uma fuga após um assalto na Ceagesp (companhia de abastecimento de SP). Adriana sobreviveu. Perdeu parte dos movimentos, mas está se recuperando das sequelas.

Soldado Adriana da Silva Andrade, 30, que levou um tiro de fuzil durante um assalto a caixa eletrônico no Ceagesp.

Entrei na Polícia Militar em 2013, após tentar outras duas vezes. Era a única mulher do pelotão e trabalhava de madrugada. Naquela noite [26.ago.2015], eu e meu parceiro de patrulha, o cabo Santana, decidimos apoiar uma ocorrência que havia caído para um colega. Até aquela noite, eu nunca havia participado de confronto com bandidos.

Estava dirigindo, entrei na marginal Pinheiros e fui para a pista central. Um carro preto, comum, estava à frente. Acompanhamos um pouco. Então ouvi o primeiro disparo. Foram, ao todo, 18 tiros de fuzil na direção do carro.

Parei a viatura e comecei a dar marcha à ré. Fiquei sabendo depois que as pessoas do carro tinham assaltado a Ceagesp. Era madrugada, sem visibilidade, num espaço aberto. Eu não sabia de onde estavam vindo os tiros. Não tinha como a gente sair, se abrigar, se proteger.

Fui dando ré e, instintivamente, abaixei a cabeça para me proteger. Então senti o impacto do tiro. Fui jogada para trás, minha cabeça balançou e vi um clarão. Apaguei.

Meu parceiro conta que continuei acelerando o carro até bater no muro da marginal. Ele teve que tirar o meu pé do acelerador e pediu apoio. Minutos depois eu acordei. Minha cabeça estava caída, e meu braço direito já não mexia. Vi o sangue escorrendo, a porta da viatura toda ensanguentada.

Minhas costas doíam. Tentei erguer a cabeça, mas senti dor. Percebi que estava ferida. Não era uma dor concreta, era um sentimento estranho de descrever.

Na hora, pensei: "Tomei um tiro, tomei um tiro". Não conseguia falar, mas estava muito consciente. Ouvia os outros policiais falando: "Não dá tempo de esperar o Samu, tem que ser na viatura mesmo". Eles me levaram para o Hospital das Clínicas. Eu pensava que não iria dar tempo. Eu não falava, mas achava que estava morrendo.

No caminho todo fiquei consciente. Se eu apagasse, podia não voltar. Lembro dos detalhes quando chegamos no hospital: rasgaram minha roupa e tiraram a bota do meu pé esquerdo. Um enfermeiro falou: "Ela está muito agitada, tem que sedar". Apaguei.

Acordei depois da cirurgia. O tiro de fuzil bateu na minha cabeça, do lado esquerdo, e desviou. Uma coisa improvável de acontecer. Ele arrancou um tampão de 3 centímetros, afundou minha cabeça, perdi massa encefálica. Hoje estou com uma placa.

Quando acordei, percebi que tinha perdido a visão periférica e todo o meu lado direito não tinha movimentos. Tentava, mas não conseguia falar. Depois, a primeira palavra que falei foi "droga", por causa da irritação de não conseguir juntar as palavras.

Fiquei quase um mês internada, a previsão era muito mais. Minha memória ficou praticamente intacta. Agora, estou fazendo reabilitação. Não tenho muita sensibilidade na perna direita, mas meu pé voltou a mexer [anda com pouca dificuldade]. A mão direita voltou por último. Ela é anestesiada, perdi a destreza. Sou destra, mas estou escrevendo com a esquerda.

Não consigo amarrar meu cadarço. Parece simples, mas você perde muita coisa. A expectativa era de que eu tivesse sequelas piores. Aliás, nem sei como estou bem assim, é uma coisa inexplicável.

Tomei um tiro de fuzil na cabeça. Todo mundo já estava me enterrando viva, ou esperava que estaria vegetando. Mas estou aqui me recuperando. Estou afastada, mas penso em voltar para a PM. Não me arrependo de nada, nem daquele dia nem de ter me tornado uma policial. Foi uma fatalidade, poderia ter sido pior: eu e meu parceiro poderíamos estar mortos.

Há tanta violência na cidade: você pode tomar um tiro de bala perdida na rua. Sendo policial o risco é maior, claro, mas, quando tem que acontecer, vai acontecer. Estou melhorando todos os dias. Vai chegar um tempo em que ninguém vai perceber que levei um tiro.

FONTE: FOLHA
0

GOVERNADOR INAUGURA 2ª CIA DE OPERAÇÕES AÉREAS DO CORPO DE BOMBEIROS

altBase em Varginha contará com o modelo Esquilo para atendimento médico e combate a incêndios; meta do governo é equipar o Estado com novas aeronaves para atendimento à saúde

Menos de um ano após a instalação do Fórum Regional de Governo no Território Sul, em Pouso Alegre, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, atendeu importante reivindicação apresentada pela população do Sul de Minas na área da saúde. Nesta quinta-feira (28/4), Pimentel inaugurou a 2ª Companhia de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, sediada em Varginha, e apresentou o helicóptero modelo Esquilo/SAAV (Suporte Aéreo Avançado de Vida) para auxiliar o atendimento aos municípios da região que contam com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A Companhia – a primeira fora de Belo Horizonte – conta com um efetivo de nove bombeiros militares, sendo dois pilotos e dois copilotos, e vai abrigar a aeronave, pertencente ao Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. A intenção é melhorar a qualidade do serviço médico e reduzir o tempo de resposta dos atendimentos à população.

O helicóptero é equipado com aparelhos portáteis de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Além de atendimento pré-hospitalar, como casos de urgência de acidentes automobilísticos, transporte aeromédico e de equipes para captação de órgãos, ele vai atuar em ocorrências próprias do Corpo de Bombeiros, entre elas, a prevenção aquática, salvamento em altura, combate a incêndios florestais, transporte e resgate em locais de difícil acesso. A aeronave tem autonomia de três horas e meia de voo e é equipada com guincho de salvamento, farol de busca e gancho de carga.

De acordo com Fernando Pimentel, outros quatro helicópteros estão sendo adquiridos pelo Estado para que outras regiões também contem com atendimento aéreo do Corpo de Bombeiros e Samu. 

Um Termo de Descentralização de Crédito Orçamentário (TDCO) foi celebrado entre o Corpo de Bombeiros Militar e a Secretaria de Estado de Saúde, no valor de R$ 4,2 milhões, para operacionalização do Suporte Aéreo Avançado de Vida (SAAV). A Secretaria de Saúde repassará, mensalmente, R$ 38,5 mil, conforme resolução publicada em 21/10/2015, para custeio das equipes do Batalhão de Operações Aéreas.

Samu

Gerenciado pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da Macrorregião do Sul de Minas (CISSUL), o Samu Macro Sul é apontado pelo Ministério da Saúde como o maior do Brasil em termos de atendimento, número de municípios beneficiados e bases. Abrange 153 municípios, auxiliando cerca de 2,7 milhões de pessoas, fazendo, em média, 4.250 atendimentos por mês. Conta com 593 profissionais.

O Samu Macro Sul foi inaugurado em 30 de janeiro de 2015 pelo governador Fernando Pimentel e começou a fazer atendimento no dia seguinte. Recebe R$ 2,6 milhões mensalmente da Secretaria de Estado de Saúde (SES) para seu funcionamento. Ele abrange as regionais de Saúde de Alfenas, Passos, Pouso Alegre e Varginha.

O presidente do CISSUL e prefeito de Monte Sião, João Paulo Ribeiro, destacou que, neste pouco mais de um ano de funcionamento do Samu no Sul de Minas já foi possível garantir um atendimento de mais qualidade, com melhor uso dos recursos públicos.
“Foi através do senhor, governador, que pudemos inaugurar o Samu. E somos o primeiro consórcio a receber a aeronave. Muitos não acreditavam em um Samu no Sul de Minas e, em tão pouco tempo, temos um helicóptero multisserviços. Temos que bater palma para esse governo”, afirmou o prefeito.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, coronel Luiz Henrique Gualberto Moreira, acredita que a nova aeronave vai reduzir o tempo de resposta dos chamados da população.

“Com a aeronave posicionada no Sul de Minas, vamos poder atender com mais rapidez, principalmente, em casos de atendimento pré-hospitalar e incêndios florestais. É uma parceria com o Samu na qual nós vamos tripular o nosso helicóptero com enfermeiros e médicos do Samu e tripulantes e pilotos do Corpo de Bombeiros. Já era um trabalho realizado em todo o Estado, mas a base ficava em Belo Horizonte. De forma estratégica, nós estamos deslocando um helicóptero para o Sul de Minas para um atendimento mais viável para a população”, disse.

Também participaram da cerimônia o secretário de Estado de Governo, Odair Cunha, a secretária de Estado Adjunta de Saúde, Alzira de Oliveira, o chefe do Gabinete Militar do governador e coordenador estadual de Defesa Civil, coronel Helbert Figueiró de Lourdes, o prefeito de Varginha em exercício, Verdi Lúcio Melo, o comandante da Escola de Sargentos das Armas, general de brigada Vinícius Ferreira Martinelli, e o deputado Ulysses Gomes, representando a Assembleia Legislativa de Minas Gerais, entre outras autoridades.

quinta-feira, 28 de abril de 2016

0

DEPUTADO CABO JÚLIO CONSEGUE ILUMINAÇÃO PARA CAMPO DE FUTEBOL DO 5º BPM

Imagem Ilustrativa
A iluminação do campo de futebol do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM) é um sonho antigo que em breve se tornará realidade. A iniciativa para atender essa demanda partiu do Deputado CABO JÚLIO, em parceria com a Cemig, dentro do Programa Campos de Luz II. A área que fica localizada no complexo da Gameleira, região Oeste de Belo Horizonte, atende à comunidade estudantil das unidades do Colégio Tiradentes, policiais e bombeiros militares e demais segmentos da comunidade local. Em um terreno de 110 metros quadrados por 65, o campo de futebol está há 50 anos no complexo.

''Percebi que o campo de futebol poderia ser melhor aproveitado também com atividades noturnas, desde que fiquei sabendo da falta de iluminação, assumi esse compromisso com o apoio da Cemig'', disse CABO JÚLIO.

Em 2015, a final do Torneio Integrado entre as 18 unidades sediadas no Complexo da Gameleira (5º BPM) precisou ser realizada na Arena Independência, bairro Horto, região Leste da capital, por falta de estrutura e por falta de iluminação. De acordo com o Chefe do Centro de Serviços Compartilhados da Polícia Militar (CSC-PM), Tenente Coronel PM Luis Henrique Ribeiro Moreira, pelas mesmas razões, as competições só puderam ser realizadas durante o horário de expediente destinado às atividades físicas.

Para Luis Henrique, com a instalação dos refletores, outras atividades e competições esportivas poderão ser feitas durante à noite. Em suas palavras, a iniciativa do Deputado CABO JÚLIO foi um presente para a classe. "Agradecemos ao CABO JÚLIO pelo presente, pela sensibilidade e pela preocupação em proporcionar, aos militares e aos usuários, estrutura para que eles desenvolvam suas atividades esportivas e recreativas", enfatizou.

O Programa - Criado em 2004, o Programa Campos de Luz baseou-se em um programa social realizado em Nova York, nos Estados Unidos, no qual constatou-se a diminuição do índice de criminalidade e vandalismo a partir da iluminação de quadras de basquete pela prefeitura local.

A partir de então, percebeu-se que essa iniciativa poderia ser aplicada nos campos de futebol amador em Minas Gerais, objetivando a melhoria na qualidade de vida das comunidades, através do esporte e da cultura.

Todos os campos atendidos pelo programa possuem dimensões compatíveis com a prática de futebol, pertencem à prefeitura ou estão localizados em área pública, têm vínculo com um clube de futebol amador e possuem vestiários e alambrado ou cercamento, entre outros pré-requisitos para sua inclusão no Campos de Luz.

(C/informações Cemig)
0

DEPUTADO CABO JÚLIO RECEBE VISITAS NO GABINETE

O Deputado Estadual CABO JÚLIO recebeu nessa quinta-feira (28/04) muitas visitas, entre eles em seu gabinete parlamentar, entre eles o Diretor Regional CSCS de Cataguases, sargento Norte.

Humberto Souza, sargento Wanderson Henrique, William de Oliveira - Maj da 146 CIA, Antônio Lage - Empresário, deputado CABO JÚLIO, Diretor Regional CSCS de Cataguases, sargento Norte e Gerinaldo Souza - vice presidente do CONSEP de Cataguases.
0

DEPUTADO CABO JÚLIO RECEBEU DIRETORES DE PRESÍDIOS NA MANHÃ DESTA QUINTA-FEIRA

O Deputado Estadual CABO JÚLIO recebeu na manhã desta quinta-feira (28/04) em seu gabinete parlamentar diretores dos presídios de Curvelo, Diamantina e Pirapora.

José Maria - Diretor do presídio de DiamantinaHelder Soares Veloso - Diretor do presídio de Pirapora, Adriano - Carlos Adriano - Diretor do presídio de Curvelo, o agente Gilvan e o agente Rogério Xavier.


0

CRIMINOSOS ATIRAM CONTRA PORTÃO DO CERESP NA GAMELEIRA EM BH

tirosSegundo nota da Seds, ninguém ficou ferido; não houve alteração na rotina da unidade

O portão do Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) Gameleira, na região Oeste de Belo Horizonte, foi atingido por cinco tiros na madrugada desta quinta-feira (28). Os atiradores não foram localizados.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) informou que ninguém ficou ferido. A direção da unidade instaurou um procedimento interno para apurar o ocorrido e as investigações ficam a cargo da Polícia Civil.

Ainda conforme o comunicado, não houve mudança na rotina do Ceresp. 

FONTE: OTEMPO


0

DEPUTADO CABO JÚLIO RECEBE VISITA EM SEU GABINETE

O Deputado Estadual CABO JÚLIO recebeu na manhã desta quinta-feira (28/04) em seu gabinete a visita dos amigos: Léa Lúcia Andrande e seu filho Hermann Maximiliano.



0

EMENDA DO DEPUTADO CABO JÚLIO: POSTO POLICIAL COMUNITÁRIO EM GOVERNADOR VALADARES É INAUGURADO

O Deputado CABO JÚLIO foi representado pelo Sargento Luciano Rodrigues de Moura, militar do 6º BPM e Diretor regional Associação dos Praças do Interior de Minas (APNM).
O Posto Policial Comunitário (PPC) do Setor SIR em Governador Valadares foi reinaugurado na manhã dessa quarta-feira (27/04). Parte das obras foram realizadas com recursos destinados pelo Deputado CABO JÚLIO por meio de emenda parlamentar no valor de R$ 11 mil. O parlamentar foi representado pelo Sargento Roniceles Maia, Diretor Regional da Associação dos Praças do Interior de Minas (APNM), que por sua vez, foi representada pelo também Diretor Regional, Sargento Luciano Rodrigues de Moura, militar do 6º BPM.

A reforma foi gerenciada pelo Tenente Marcos Flávio, atual comandante do Setor, e contou também com a ajuda da comunidade e de empresários locais. 

De acordo com o Comandante do Sexto Batalhão, Ten Cel Célio Alves de Menezes, Júnior lembrou aos presentes que agora a comunidade estará mais próxima da Polícia Militar, não havendo necessidade de se deslocarem para o Centro da cidade para o registro de ocorrências mais simples. Ainda poderão recorrer ao posto para solicitações de serviços, sugestões e participação no processo de planejamento no policiamento comunitário local. 

“POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS: MOVIDA PELO ORGULHO DE SERVIR E PROTEGER MINAS GERAIS".












FONTE: APNM
 

BLOG OFICIAL DO CABO JÚLIO Copyright © 2011 - |- Template created by O Pregador - |- Powered by Blogger Templates