Pesquisar este blog

Carregando...

...

...

.

.

domingo, 20 de abril de 2014

0

HOMEM É PRESO COM GRANDE QUANTIDADE DE COCAÍNA E CRACK EM RIBEIRÃO DAS NEVES

Militares do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam) apreenderam grande quantidade de droga na manhã deste domingo (20), em Ribeirão das Neves, na Grande BH. Um homem, cujo nome e idade não foram revelados, também foi preso.

Além de 1.046 papelotes de cocaína e de um quilo de mesma droga, também foram encontrados com o suspeito 15 pedras de crack, um celular, R$ 18 em dinheiro e material para embalar a droga. A polícia não informou para onde o homem e a droga foram levados.

FONTE: HOJE EM DIA

sexta-feira, 18 de abril de 2014

0

"John Lennon" e comparsas invadem casa de tenente e fazem a limpa na Pampulha

Quarteto foi detido e chegou a fazer o policial, esposa, filho e neto reféns

Um tenente reformado da PM (Polícia Militar) e família, incluindo um bebê, viveram momentos de terror na tarde desta sexta-feira (18), no bairro Céu Azul, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. Um criminoso chamado John Lennon Ribeiro Siqueira e mais três comparsas invadiram a casa das vítimas e fizeram uma "verdadeira limpa". Porém, o crime foi rapidamente denunciado e o quarteto preso na sequência.

De acordo com os militares do 49º Batalhão da PM, os bandidos aproveitaram que o tenente tinha ido à padaria para pularem o muro do imóvel e renderem a esposa, o filho e o neto dele. Porém, assim que retornou, o policial também foi abordado e feito refém.

Armado, o quarteto obrigou todas as vítimas a ficarem trancadas em um quarto, enquanto recolheu joias, relógios dinheiro, eletrônicos e até a arma e algema do tenente. Em seguida, dois criminosos fugiram levando o Fiat Palio Weekend prata do tenente e os outros em um Ford Fiesta preto roubado. Entretanto, o roubo foi rapidamente comunicado à polícia pela família e os assaltantes localizados e detidos nas proximidades da orla da Lagoa da Pampulha.

Durante a frustrada tentativa de fuga, o quarteto chegou a abandonar o carro do policial, o que facilitou a sua localização.

Todos os produtos roubados foram recuperados e as vítimas saíram ilesas. O Fiesta de origem duvidosa foi apreendido, assim como a arma usada no assalto.

Os presos, Kennedy Wagner Ari da Silva, de 19 anos, "John Lennon", de 21, Diego Santos Moreira, de 25, e Ramon Thiago Reis da Silva, de 27, foram encaminhados à delegacia. Três já tinham passagem pela polícia e todos foram reconhecidos pelas vítimas.

FONTE: R7
0

SERVIÇÃO 32º BPM: 150 KG DE MACONHA APREENDIDAS



Quatro jovens e uma adolescente foram detidos pela Polícia Militar (PM), na manhã desta quinta-feira (17), em Uberlândia, suspeitos de tráfico de drogas. Com eles foram apreendidos 150 kg de maconha que seriam levados para a um ponto de venda de drogas no bairro Lagoinha, na zona sul, e depois espalhada pela cidade. A polícia estima que a droga valeria aproximadamente R$ 800 mil. Segundo a PM, uma denúncia levou os militares até o local onde a droga estaria, no pátio de um posto de combustíveis, na rodovia BR-050, zona rural de Uberlândia.

O cabo José Luiz dos Santos informou que depois de receber a denúncia, a polícia interceptou uma caminhonete em que estavam dois suspeitos, de 20 anos e 23 anos. Aos militares, eles informaram onde estaria um veículo Gol, de cor prata, em que a droga estava escondida. No pátio do posto de combustíveis, foi preso outro jovem, de 27 anos, com o veículo Gol. Setenta e seis tabletes da droga foram encontrados no banco de trás do carro e no porta-malas.

Os jovens, de 20 e 23 anos, já têm passagens pelo sistema policial por tráfico de drogas e não quiseram falar com a reportagem do CORREIO de Uberlândia. O outro suspeito, de 27 anos, disse que na noite desta quarta-feira (16) foi procurado por uma pessoa para fazer o transporte da droga do posto de combustíveis a um bar no bairro Lagoinha. Ele não informou quem o teria contratado, mas disse que receberia R$ 5 mil pelo trabalho e que precisava do dinheiro, pois está desempregado.

A procedência da droga ainda será apurada pela Polícia Federal (PM), mas a suspeita é que ela tenha vindo do Mato Grosso, mesma origem do carro em que foi encontrada. “Continuaremos com essa limpeza na cidade de Uberlândia e região e os criminosos que se cuidem, pois estamos atentos e vamos combater o tráfico de drogas, os crimes contra a pessoa e patrimônio e realizar a apreensão de armas de fogo com toda força”, afirmou o comandante da 9ª Região de Polícia Militar (9ª RPM), coronel Volney Marques.
Em diligência, PM prende jovem e adolescente que receberiam a droga

Após a prisão de quatro jovens com 150 kg de maconha em um posto de combustíveis, na rodovia BR-050, na manhã desta quinta-feira (17), a Polícia Militar (PM) conseguiu prender um jovem, de 22 anos, e aprender uma adolescente, de 16 anos, que receberiam a droga. O casal foi pego em um bar no bairro Laranjeiras, zona sul de Uberlândia. Segundo a PM, os receptadores e o trio preso mais cedo se encontrariam no local e de lá seguiriam ao ponto de venda de drogas no bairro.

FONTE: G1

quinta-feira, 17 de abril de 2014

0

CPO BM ACUSADA DE APADRINHAR OFICIAIS PRÓXIMOS A CORONÉIS



A Comissão de Promoção de Oficiais do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CPO BMMG) faz uma análise comparativa das notas dos candidatos à promoção. Esta é a reposta que o tenente BM Sebastião Fábio Faria, lotado no 2º Batalhão de Bombeiro Militar (BBM), recebeu da CPO para justificar sua não promoção no final de 2013. "Só se eu virasse bandido para não ser promovido’’, desabafou tenente Fábio durante audiência pública na Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), nesta quarta-feira (16/04), requerida pelo Deputado CABO JÚLIO, que debateu o "apadrinhamento" nas promoções de oficiais em detrimento de outros militares da instituição.

Ten BM Sebastião Fábio Faria
Segundo o tenente, desde 2012, ele era o quarto da lista por antiguidade e o quinto por merecimento, entre 16 tenentes, mas foi preterido. Já em 2013, ele era o 1o lugar por antiguidade e também o 1o lugar por merecimento e não tinha como não ser promovido. O militar apresentou na reunião um quadro comparativo com a pontuação de oito oficiais candidatos à promoção. Quatro bombeiros foram promovidos com notas inferiores a dele. Conforme quadro (abaixo), a nota objetiva foi de 9,47 e a nota da CPO foi de 8, cujo somatório não permitiu que o tenente fosse promovido. O militar tem conceito A50 e é o número 01 da lista por antiguidade. A nota do primeiro classificado é inferior 11 centésimos à nota do oficial. Um dos oficiais promovidos, inclusive, tem ponto negativo. “Não estou sendo indiciado, sou pontual, faço meu trabalho, tenho cinco anos no posto, 30 anos de serviço e nem com minha avaliação de desempenho maior que a dos quatro, a CPO me promoveu. Sinto-me frustrado, meu nome não está no quadro de acesso pela segunda vez. Tinha um projeto com minha família”, destacou. O tenente denuncia ainda, que todos os militares promovidos estão diretamente ligados a algum coronel. “Eu trabalho em Contagem e Juatuba, apagando fogo e salvando pessoas e, por isso, não tenho acesso a coronéis”, disse. Segundo tenente Fábio, seu próprio comandante ficou envergonhado ao ter que informá-lo de que o nome dele não estava no quadro de acesso.

Major BM Edson Rodrigues de Oliveira
A mesma insatisfação sofre o Major BM Edson Rodrigues de Oliveira, lotado na Diretorial de Apoio Logístico (DAL). Ele atribui a sua não promoção ao fato de ter “orado” para militares que estariam envolvidos em fraude em concurso público. “O relacionamento ficou tão difícil, que em qualquer situação que deslumbrasse atrito, eu precisava baixar um memorando. Não vejo resposta legal para o que está acontecendo comigo”, disse. Assim como ele, o 3º sargento BM Gilderlan Costa da Cunha, lotado no 2º BBM acredita que sua não promoção se deve ao fato de ele ter feito algumas queixas contra um praça e dois oficiais e, que, segundo ele, foram revertidas em comunicações disciplinares sob a alegação de comunicações infundadas. “Eu estava embasado dentro da legalidade. Esta é minha suspeição para eu não ser promovido. Os instrumentos objetivos para promoção estão ancorados na Constituição Federal. 
Sgt BM Gilderlan Costa da Cunha
Todos deveriam ser promovidos por tempo de serviço”, destacou. Em 2008, tinha a terceira pontuação em uma lista de nove militares, mas o quarto candidato foi promovido e ele não. Ele foi avaliado pela Comissão de Promoção de Praças (CPP) com nota 8 e conceito ótimo, avaliações, que mesmo assim, não permitiram sua promoção.

O corregedor e membro da CPO, coronel BM Matuzail Martins da Cruz, disse que todos os casos serão apresentados pelas duas Comissões de Promoção e pelo Comando-Geral da Corporação. Ele destacou que a lei não atende aos anseios de todos os integrantes, nem a demanda e as necessidades. “Quando se fala em ano base é algo muito penoso para a instituição, porque desde 2011, há um claro muito grande. Se não temos tenentes-coronéis promovidos, por exemplo, temos um claro de majores e de capitães, muito grande” afirmou.

Corregedor Cel BM Matuzail Martins da Cruz
Ele concorda que há uma diferença muito grande nos conceitos de 8 para 9 atribuídos pela CPP e CPO, mas ele diz que é preciso haver flexibilidade. “Algum mérito precisa ser verificado, porque se não, nós precisaríamos acabar com a nota de merecimento. Se formos promover por antiguidade, vamos provocar uma celeuma muito grande no Estado”, afirmou. 
O Cel afirmou que não existe caça às bruxas, perseguição e apadrinhamento. Segundo ele, todas as decisões feitas nas duas comissões de promoção são tomadas conforme as normas e os regulamentos. Disse, ainda, que as comissões não se furtam de reavaliar as notas.

Segundo o Major BM Eduardo Cota Ramos, as notas das comissões são somadas à nota inicial do avaliado. Ainda de acordo com suas palavras, esta somatória define quem vai ser promovido ou não. "Todos que concorrem são da mesma turma. A antiguidade não leva à promoção. A nota final é a nota por merecimento", disse. 

Para CABO JÚLIO, autor do requerimento da audiência pública, a principal reclamação é que o oficial ou o praça é avaliado com uma nota pelo seu comandante direto e as comissões mudam as notas, sem que eles tenham acesso a elas. "Será que a CPO consegue analisar o oficial ou a CCP, o praça, melhor que seu comandante direto? Esse critério é objetivo? A mudança de nota é fundamentada?”, questionou CABO JÚLIO. “Seria a CPO ou CPP instrumento para beneficiar um oficial ou um praça em detrimento de outro?”, indagou. Vamos aguardar a reunião, em maio, das Comissões, para que eles façam a análise dos recursos. Faremos outra reunião, porém, desta vez, com todos os membros das Comissões caso não resolvam algumas distorções", pontou CABO JÚLIO.

''SÃO DECISÕES QUE PRECISAM SER REMODELADAS PARA NÃO DAREM MARGEM AO APADRINHAMENTO. NA AVALIAÇÃO PROFISSIONAL, É PRECISO TER CRITÉRIO OBJETIVO''.                       DEPUTADO CABO JÚLIO





0

OCORRÊNCIA DE PLACA DO 49º BPM: APREENSÃO DE 16 QUILOS DE MACONHA

Policiais militares do 49º Batalhão de Policia Militar apreenderam em operação no Aglomerado Mãe dos Pobres em Venda Nova grande quantidade de drogas. O total apreendido foi de 16 quilos de maconha.

Parabéns aos militares pela ocorrência de placa







REDS 8305095

✔1084 buchas de maconha
✔182 tabletes pq de maconha
✔06 Tabletes grandes de maconha
✔01 Tablete gigante de maconha
✔106 pedras de crack
✔02 porções de crack
✔02 porcões de cocaína
✔ 01 revolver calibre

A Maconha Totalizou 16kg

Recebido por whatsapp
0

POLICIA MILITAR ABRE 115 POSTOS NA ÁREA DE SAÚDE

Divulgado na última terça-feira, dia 15, o prazo das inscrições para o concurso público que irá preencher 115 vagas em cargos da área de Saúde dentro da Polícia Militar de Minas Gerais. As inscrições podem ser feitas de 30 de abril a 29 de maio, com taxa custando R$ 130.

Serão 115 vagas para o cargo de 2º tenente, sendo específicas para: enfermeiro, farmacêutico, farmacêutico (análises clínicas), fisioterapeuta, fisioterapeuta (fisioterapia respiratória), anestesiologista, cirurgião geral, cirurgião plástico, cirurgião vascular, clínico, ginecologista, urologista, ortopedista, pediatra, neurocirurgião, psiquiatra, cirurgião dentista e cirurgião dentista com as especialidades: prótese dentária, endodontia, cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial, ortodontia e odontologia para pacientes com necessidades especiais.

As provas estão previstas para 6 e 7 de julho.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

0

SERVIÇÃO: POLÍCIA CIVIL APREENDEU QUASE 500 QUILOS DE MACONHA NA GRANDE BH


sagaz

Com uma investigação de apenas 15 dias uma equipe da Divisão de Operações Especiais (Deoesp) da Polícia Civil conseguiu apreender quase meia tonelada de maconha e prender os quatro integrantes de uma quadrilha que fornecia maconha para Belo Horizonte e região metropolitana de Belo Horizonte. Por causa disso e, também, por um dos integrantes se achar experto demais, a operação que culminou na prisão dos suspeitos em uma festa de família foi denominada "Operação Sagaz".

Segundo o chefe do Deoesp, Wanderson Gomes, eles estavam investigando uma suspeita de roubo de cargas quando acabaram identificando que na verdade a quadrilha atuava era no tráfico. "Investigávamos o Roberth Afonso Morais, de 28 anos, o Betinho, por causa de cargas e acabamos descobrindo que ele atuava no tráfico no bairro São Francisco, na região Noroeste de Belo Horizonte", explicou o policial.

Durante a investigação, os policiais receberam a informação de que Morais havia partido para Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, em um caminhão e que voltaria com drogas. O suspeito retornou para a cidade na madrugada do último dia 10, quando encontrou com seus dois comparsas, Cléber Antonio de Moura, o Bill, de 32, e Fábio da Costa Silva, o Gordo, de 26.

Com os companheiros em dois carros, como batedores, a quadrilha levou a meia tonelada de maconha para um sítio em Esmeraldas, na grande BH. Da chegada à capital até o dia das prisões, na última segunda-feira (14), os traficantes chegaram a revender parte da droga. Eram distribuidores, não vendiam no varejo", explicou o delegado responsável pela investigação Tiago Machado. Morais era o cabeça do bando.

No dia 14, os policiais se aproveitaram de uma festa em família, realizada em um sítio alugado em Ribeirão das Neves, na região metropolitana, para conseguir prender os três suspeitos juntos. "Com a prisão eles revelaram onde ficava o sitio em Esmeraldas, onde estavam guardados os 472 kg de maconha que ainda sobravam. Com eles, nós encontramos R$ 40 mil, provavelmente vindo da droga que eles já haviam vendido", disse. Os suspeitos já tinham passagem pela polícia.

Além das drogas e dos R$ 40 mil, a polícia ainda apreendeu um Fiat Uno, uma pick-up Strada e um Volkswagen Polo dos suspeitos. Cerca de 100 chips de celular também foram apreendidos. "É mais fácil comprar um chip do que um sorvete no Brasil, não tem nenhuma fiscalização sobre quem compra e é muito usado por bandidos", disse Wanderson Gomes.

Caseiro

Além disso, no sítio os policiais identificara Antônio Pereira Nunes, de 60 anos, que trabalhava como caseiro do local. O senhor também acabou preso, uma vez que recebeu R$ 10 mil e uma pistola 9 mm de fabricação israelense como pagamento pelo serviço. "Existem indícios de que esta não é a primeira vez que faz esse serviço para estes traficantes", explicou o delegado Machado.

Além disso, o caseiro já tinha passagem pela polícia, após ter assassinado a sua mulher há 4 anos atrás. Em entrevista, Nunes confessou ter matado a mulher, mas não quis dar detalhes sobre o porquê de ter cometido o crime.
0

ASSEMBLEIA APROVA GREVE DA POLÍCIA MILITAR DA BAHIA

Associações de policiais deflagraram paralisação na noite desta terça-feira. Antes, governo tentou negociar pontos divergentes com os representantes.

Assembleia aprovou o início da greve da PM (Foto: Imagens/G1)

A assembleia realizada na tarde desta terça-feira (15), no Wet'n Wild, um dos principais espaços de shows em Salvador, aprovou a greve da Polícia Militar. Os participantes aguardaram o início do encontro desde as 15h. A decisão só ocorreu após as 19h30, depois de representantes de associações analisarem a proposta da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

O vereador pelo PSDB Marco Prisco, que é presidente da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra) e foi preso ao fim da última greve, anunciou a proposta do governo da Bahia à massa de policiais e perguntou se eles aprovavam, sendo que a maioria respondeu que não. Em seguida, o vereador perguntou se já era a ocasião para que eles cantassem o mesmo grito de guerra usado na última greve - "A PM parou" - reforçando o apoio à decisão dos participantes.

Prisco disse que encaminhar documento ao governo informando a deflagração da greve, mas informou que ainda há possibilidade de negociação. Ele pede para que os militares mandem SMS´s aos colegas pedindo a todos que deixem os postos de trabalho. Segundo Prisco, eles ficam no espaço de show até segunda ordem. Um representante da Aspra avisou aos agentes que eles têm estrutura para quem quiser ficar acampado no local. Mesmo assim, parte das pessoas que votou na assembleia já saiu do local.

De acordo com a administração do Wet'n Wild, espaço na avenida Paralela onde aconteceu a assembleia, o lugar foi alugado, porém o valor acertado não pode ser revelado por cláusula de contrato. Ainda segundo a gestão, o aluguel, em geral, varia de R$ 10 mil a R$ 20 mil e o valor pago pelas associações está "dentro dessa realidade".

O comandante-geral da Polícia Militar do Estado, coronel Alfredo Castro, afirmou que recebeu a decisão com "surpresa". "Todo caminho levava ao diálogo. Propostas foram apresentadas, tudo conduzindo para não acontecer", afirmou, referindo-se à reunião que foi realizada nesta tarde.

O secretário da SSP-BA marcou uma coletiva à imprensa na sede da Governadoria ainda para a noite desta terça-feira. Também nesta noite, a prefeitura informou que ACM Neto convocou uma reunião com dirigentes de órgãos municipais para para elaborar um plano de ação emergencial em função da paralisação. Rodoviários já recolhem os ônibus para as garagens.

Alguns pontos do "Plano de Modernização da PM", que foi apresentado pelo governo na semana passada, foram alterados como contraproposta. Entre elas, ficaram acertados o aumento da CET (Condição Especial de Trabalho), que prevê reajuste de 25% no valor do soldo de policiais do administrativo; de 17% para 35% no valor de soldo para quem recebia o reajuste; e os motoristas, que tinham 35%, ficarão com 60%. O código de ética e dos processos disciplinares serão revisados.

Sobre o plano de cargos e salários, além da equiparação salarial com a Polícia Civil, o governo se comprometeu a revisão destes tópicos e a abertura de progressões como quatro mil vagas de soldado para cabo, duas mil de cabo para sargento e 500 vagas de subtenente para sargento.

Tentativa de negociação

Os participantes deixaram correndo a sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), situado no Centro Administrativo da Bahia (CAB), com destino à assembleia. Houve uma tentativa de negociação dos pontos de divergência do projeto de modernização, que ainda seria enviado à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA).

Ao fim, o comandante-geral da PM, coronel Alfredo Castro, afirmou a expectativa de que a greve não fosse deflagrada. "Pelo ânimo que nós tivemos no fechamento das propostas, vejo de maneira otimista que teremos uma pauta a ser discutida e evoluída", disse. O major Ubiracy Vieira também informou ao G1 que não acreditava na greve.

Serviços suspensos

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) suspendeu expediente na tarde desta terça-feira "devido à ameaça de paralisação por parte da Polícia Militar da Bahia", diz, em nota postada no site. A Univesidade Católica de Salvador também cancelou as aulas ainda durante a tarde. A Transalvador informa que intensificou o monitoramento do trânsito na noite desta terça-feira.

Pontos de divergência

Entenda alguns itens citados pelo presidente da Associação de Praças da Polícia Militar da Bahia (APPM-BA), Agnaldo Sousa, e qual o posicionamento do governo:

Plano de carreira

APPM-BA - Segundo a associação, tanto o soldado quanto o oficial têm que ter um tempo máximo nos postos de graduação. A categoria pede que seja definido um plano de carreira. "Um soldado leva hoje 25 anos sem ter uma promoção. Nós achamos isso vergonhoso. Queremos que seja definido um tempo para que ele seja promovido", diz Agnaldo.

Governo - A proposta do governo é que, após oito anos, o soldado passe a ser cabo e, depois de mais seis anos e meio, ele ascenda a 1º sargento. Hoje, um soldado passa 20 anos como soldado, sem ascenção. Depois, ele passa a ser sargento e se aposenta.

Isonomia Salarial

APPM-BA - A categoria pede isonomia entre as polícias militares e civil. "Hoje, um tenente-coronel que tem 30 anos de serviço ganha menos que um delegado, que está no início de carreira. Queremos que isso seja equiparado", relata Agnaldo.

Governo - O Estado se compromete em criar um grupo de trabalho para rever todo o sistema de remuneração da Polícia Militar. Nesse quesito, entram gratificação, adicionais, entre outras remunerações agregadas.

Código de Ética

APPM-BA - Segundo a associação, a PM não tem um código de ética. "Temos uma legislação da Polícia Militar, que está obsoleta, com coisas que estão lá há mais de 40 anos. Queremos a implantação desse código de ética", revela Agnaldo.

Governo - Um código de ética foi apresentado e as associações questionam alguns pontos. Assim, o governo está disposto a reavaliar as questões que não estão satisfazendo a categoria.

FONTE: G1

terça-feira, 15 de abril de 2014

0

CABO JÚLIO NA ALMG: AUMENTA RECONHECIMENTO DO TRABALHO DOS POLICIAIS MILITARES

Deputado  CABO JÚLIO entre os policiais militares do 34º BPM e Beatriz, esposa do CB Almeida.
A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nunca homenageou tantos policiais militares desde a chegada do Deputado CABO JÚLIO no legislativo estadual, em dezembro de 2012. Desde então, cerca de 100 policiais militares foram homenageados na ALMG por ocorrências de grande vulto que culminaram, principalmente, em grandes apreensões de drogas, armas e na prisão de criminosos. ''Os debates na casa, que na maioria das vezes, serviam para achincalhar policiais e bombeiros militares, vem mudando o foco'', afirmou CABO JÚLIO.

Nesta terça-feira (15/04), a Comissão de Segurança Pública homenageou policiais militares lotados no 34º Batalhão de Polícia Militar (BPM) em Belo Horizonte, a requerimento do Deputado CABO JÚLIO. No dia 10 de dezembro de 2013, uma guarnição da unidade descobriu um laboratório de refino de drogas no bairro Serrano. Durante a ocorrência, os militares apreenderam cerca de 20 quilos de maconha, 50 quilos de pasta base de cocaína, além de armas e R$ 16 mil em dinheiro. Três pessoas foram presas. 

“O policial merece ser valorizado e reconhecido. Às vezes, a pessoa não reconhece que por trás da farda tem um cidadão de muitos deveres, mas também de muitos valores”, justificou o deputado CABO JÚLIO. O parlamentar agradeceu o trabalho desenvolvido pelos policiais referindo-se a eles como “heróis anônimos”. 

"Nos sentimos motivados", Cb Almeida ao lado da esposa Beatriz.
''Precisamos desse reconhecimento'' - O Cabo Douglas Almeida dos Santos, militar que também participou da ocorrência, reconhece a importância das homenagens que a Assembleia concede aos policiais e diz que são essas homenagens que motivam o trabalho do policial. ''Nós precisamos disso para nos sentir motivados e continuar trabalhando'', afirmou Cb Almeida. Ele lembrou de uma ocorrência em que uma determinada pessoa do meio artístico e, que havia acabado de ser assaltada, preferiu ir à TV para dizer que não chamaria a PM porque ela não iria atrás do bandido. A vítima acabou se desculpando, também na televisão, depois que os militares conseguiram prender o suspeito 

Beatriz Siqueira Marques Almeida, esposa do Cabo Almeida, compareceu à solenidade e agradeceu pela homenagem. Ela afirma que a sociedade não enxerga o policial da mesma forma que os familiares enxergam. "As pessoas acham que o militar é homem de ferro, mas eles são pessoas como nós, como outra qualquer. A sociedade precisa reconhecer o trabalho desses profissionais'', destacou.

Iniciativa do Deputado CABO JÚLIO - No dia 1º de abril, policiais militares lotados na 3ª Companhia de Missões Especiais e no 36° Batalhão da PMMG receberam votos de congratulações na Comissão de Segurança Pública pela apreensão de quase 55 quilos de maconha, no dia 21 de janeiro, em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Na ocasião, os policias perseguiram um suspeito que estava dentro de um Fiat Palio e encontraram a droga dentro do automóvel. 

No dia 18 de dezembro, a operação que culminou na apreensão de mais de duas toneladas de drogas, armas, munições e quatro veículos em Ribeirão das Neves (Região Metropolitana de Belo Horizonte) rendeu uma homenagem aos policiais militares lotados no 40° BPM. 

No dia 11 de dezembro, policiais lotados no 22º Batalhão da Polícia Militar foram homenageados na Comissão de Segurança Pública pela prisão de um dos chefes do tráfico de drogas na Vila Leonina, na comunidade Morro das Pedras (zona Oeste de Belo Horizonte), e na apreensão de cem quilos de maconha, três veículos, uma moto, uma balança de precisão e R$ 45 mil em dinheiro, no dia 16 de novembro. Todas as homenagens aconteceram por inciativa do Deputado CABO JÚLIO.

"É muito importante reconhecer o trabalho dos policias e, para mim, representante da classe, é um prazer e uma satisfação homenageá-los. Sei como é honroso quando vemos o reconhecimento por parte da sociedade", afirmou CABO JÚLIO.


1° Sgt. PM Hely Januário de Souza

3° Sgt. PM Emerson Eustáquio da Silva

Cb. PM Douglas Almeida dos Santos e a esposa Beatriz Siqueira

Cb. PM Frederico José Torres

Sd. PM Josué De Araújo Bento

Sd. PM Admilson Henriques de Moraes

Sd. PM Rafael Gentil Marlier de Oliveira


 
CB Douglas concede entrevista à rádio Itatiaia
Homenageados - 34º BPM

Ten.-Cel PM Wanderley Wilson Amaro, Comandante do 34º Batalhão de Polícia Militar;
1° Sgt. PM Hely Januário de Souza;
3° Sgt. PM Emerson Eustáquio da Silva;
3° Sgt. PM Rodney de Oliveira Alves Viana;
Cb. PM Douglas Almeida dos Santos;
Cb. PM Delano Siqueira de Oliveira;
Cb. PM Frederico José Torres;
Sd. PM Josué De Araújo Bento;
Sd. PM Admilson Henriques de Moraes;
Sd. PM Rafael Gentil Marlier de Oliveira;
Sd. PM Fernando Souza Silva;
Sd. PM Luiz Guarino Ferenzini Azalin;
Sd. PM Fábio Antônio Silvei Discacciati;
Sd. PM Phillipe Ramos Costa;
0

PICHAÇÕES EM MURO DE ITAÚNA: "ALEGRIA DE BANDIDO É VER PM PEGANDO FOGO...KKK"



segunda-feira, 14 de abril de 2014

0

VÍDEO MOSTRA HOMEM ATIRANDO EM SOLDADO DO 1º BPM NO BAIRRO SION

Você vai ver imagens impressionantes. Um policial militar que estava em um bar na Rua Pium-í, Bairro Sion, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte foi atingido por um homem que já chegou atirando. 

Três bandidos invadiram, na madrugada desse sábado, o bar Café do Carmo e um deles atirarou contra um policial militar que frequentava o estabelecimento. O soldado do 1º Batalhão da PM foi baleado e além dele, dois clientes foram atingidos. As imagens de segurança do bar e de um prédio vizinho vão ajudar a identificar os atiradores, mas ninguém foi preso ainda. 

Veja como foi nas imagens das câmeras de segurança do local:
0

SERVIÇÃO PMRV DE FRUTAL: APREENDIDAS QUASE MEIA TONELADA DE MACONHA NA BR 364

Trio transportava 552 tabletes do Mato Grosso do Sul para Goiânia (GO).
Durante fuga, um carro capotou e o outro veículo caiu no Rio Verde.

Polícia apreende meia tonelada de maconha na BR-364, em Frutal  (Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação)

Mais de 490 kg de maconha foram apreendidos na madrugada desta segunda-feira (14), na BR-364, entre Itapagipe e Campina Verde, no Triângulo Mineiro, durante operação da Polícia Civil deGoiânia (GO) e Polícia Militar Rodoviária (PMR) de Frutal. Durante a fuga dos três suspeitos, um carro capotou no km 126 e o outro veículo caiu no km 139, na ponte do Rio Verde. Dois jovens, de 20 e 21 anos, foram detidos e o terceiro envolvido fugiu.

O grupo havia saído do Mato Grosso do Sul com destino a Goiânia, quando a PMR de Frutal foi avisada pela Polícia Civil que eles estavam na rodovia. Durante o rastreamento, o primeiro carro, que estava em alta velocidade, capotou. A droga – o equivalente a 552 tabletes – se espalhou na pista e o criminoso de 20 anos sofreu ferimentos leves. A polícia constatou que o veículo havia sido furtado em Goiânia.

Ainda durante a operação, os outros suspeitos, que estavam no outro carro, perderam o controle da direção e caíram no Rio Verde. O jovem de 21 anos ficou preso às ferragens e foi necessária a ação do Corpo de Bombeiros para retirá-lo do local. O terceiro envolvido fugiu e ainda não foi encontrado. Ainda segundo a polícia, o jovem de 20 anos contou que fazia o serviço pela segunda vez e que receberia R$ 15 mil pelo transporte; já o outro preso, que estava no outro veículo, receberia R$ 2 mil. De acordo com a PMR, a Polícia Civil de Goiânia monitorava o trio há seis meses.

FONTE: G1
0

DEPUTADO CABO JÚLIO ESTARÁ EM MAR DE ESPANHA NA PROXIMA QUARTA-FEIRA (16/04)

Ficheiro:MinasGerais Municip MardeEspanha.svgO Deputado CABO JÚLIO estará no município de Mar de Espanha, região da zona da Mata mineira, na próxima quarta-feira (16/04). O parlamentar se encontra com lideranças da região e com militares para tratar de assuntos de interesse da tropa.

Data: 16/04
Local: Central Pastoral Santos Anjos
Endereço: Rua Pereira Guedes, s/n 
Hora: 20h
0

POLICIAL IMPEDE ROUBO EM LOJA NO PRADO

Dois homens serraram as grades da janela da loja, no entanto um policial que passava pelo local impediu que eles levassem as mercadorias

Um policial civil a paisana impediu o arrombamento de uma loja de roupas neste domingo (13), no bairro Prado, região Oeste de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), dois homens serraram as grades da janela da loja e foram impedidos de levar as mercadorias.

Cleinton Inaldo Ferreira Amorim, 37, foi preso em flagrante e Everton da Silva Santos, 22, fugiu, mas foi encontrado no bairro após buscas da PM. Os dois foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil na rua Pouso Alegre, região Centro-Sul da capital. A loja foi revirada, no entanto nada foi levado.

FONTE: O TEMPO

sábado, 12 de abril de 2014

0

SOLDADO PM E DOIS CLIENTES SÃO BALEADOS EM BAR NO REGIÃO SUL DE BH

Ciro Nésio é casado e a família mora em Barbacena
A tentativa de assassinato de um soldado da Polícia Militar, na madrugada deste sábado (12), dentro de um bar, no bairro Anchieta, na região centro-sul de BH, terminou com três vítimas feridas a tiros. O crime aconteceu dentro do Café do Carmo, estabelecimento localizado em uma área nobre da capital mineira.

De acordo com a polícia, o soldado Ciro César Oliveira Nésio, de 28 anos, o militar lotado na 6ª Companhia do 1° Batalhão da PM, estava acompanhado de amigos quando três homens invadiram o local armados. Nésio tentou correr na tentativa de escapar dos disparos em sua direção, mas foi atigido por quatro tiros. Outras duas pessoas, também foram atingidas na mão e na perna, mas não correm risco de morte.

Segundo a PM, o soldado passou por cirurgia no Hospital de Pronto-Socorro João 23. Ele foi atingido no pulmão, no entanto não corre risco de morrer. Antes de ser atendido, conforme a polícia, Nésio teria dito que não havia discutido com ninguém ou que teria recebido ameaças.

Imagens de câmeras de segurança do estabelecimento foram recolhidas para serem analisadas. Os autores do crime fugiram em um Uno após a tentativa de homicídio.

FONTE: R7
 

BLOG OFICIAL DO CABO JÚLIO Copyright © 2011 - |- Template created by O Pregador - |- Powered by Blogger Templates