O que você procura?

domingo, 30 de novembro de 2014

TRÊS POLICIAIS MORTOS NA MADRUGADA DESTE SÁBADO NO RIO DE JANEIRO

Subtenente Jorge Ferrão foi morto durante tentativa de assalto na região de Rocha Miranda, na Zona Norte
Foto:  Divulgação
Três policiais militares foram mortos na noite deste sábado (30). Os crimes ocorreram em Rocha Miranda, no Subúrbio do Rio, em Vilar dos Teles e Magé, na Baixada Fluminense. Segundo as primeiras informações, os casos não teriam ligação e os militares teriam sido vítimas de tentativas de assalto.

O primeiro crime ocorreu na Rua Lageado, em Rocha Miranda, no Subúrbio, por volta das 20h. O subtenente da PM Jorge Serrão, lotado no 21º BPM (São João de Meriti), estava na companhia do filho, próximo a sua residência, quando foi abordado por dois criminosos. O policial teria tentado reagir e acabou sendo morto. O filho não ficou ferido. De acordo com informações do 9ºBPM, o policial teria sofrido uma tentativa de assalto.

Ainda segundo informações 9º BPM, o subtenente chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu e morreu. O crime está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da capital.

O segundo caso ocorreu em Vilar dos Teles, distrito de São João de Meriti, Baixada Fluminense. Diego Santos de Oliveira, policial militar lotado na UPP do Morro do Turano e o seu irmão Diogo Santos de Oliveira, foram vítimas de uma tentativa de assalto na Estrada Santiago, próximo ao Morro das Pedrinhas.

O policial teria reagido e acabou baleado junto com o irmão. Os dois morreram no local. De acordo com informações do 21º BPM, bandidos teriam tentado levar a moto de Diogo, irmão do policial. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídio da Baixada Fluminense, que esteve no local para a realização de perícia.

Até as 7h45 deste domingo, os corpos do PM e do irmão estavam no Instituto Médico Legal (IML) de Duque de Caxias.

O terceiro caso ocorreu no município de Magé, no bairro de Suruí. O subtenente identificado como Jorge Henrique Xavier, lotado no 16º BPM (Olaria), foi morto também no que seria uma tentativa de assalto. Segundo informações do batalhão de Magé, o crime ocorreu por volta das 21h na Rua São Nicolau. O caso também será investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense.

Segundo as primeiras informações DH, aparentemente os casos não teriam ligação e que a única proximidade entre os crimes seria quanto ao horário

.Pezão defende penas mais severas para quem matar policiais no RJ
O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, defendeu na manhã de quarta-feira (26) a punição mais severa para criminosos que matarem policiais, e fez críticas ao órgãos de defesa dos Direitos Humanos.

"Sofro muito, me solidarizo com as famílias desses policiais. Poucas vezes a gente vê os órgãos de direitos humanos se manifestarem quando morre um policial. Então, os nossos policiais que estão aí tentando levar a paz e a tranquilidade sendo assassinados, eu acho que merece muito também essa solidariedade das comissões, são ONGs e das pessoas que gostam muito de criticar os policiais. A gente tem que discutir dentro do Congresso Nacional o que a gente quer na política de segurança pública. Acho que a gente precisa de penas mais severas. Tinha discutido já em abril a pena mais severa para quem matar o policial", destacou Pezão.

FONTE: G1
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: