O que você procura?

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

CARREIRA ÚNICA: POLÍCIA MILITAR DO RIO MUDA ACESSO. SOLDADO AGORA PODE CHEGAR A OFICIAL

Ideia do comando segue modelo americano, em que se chega ao topo da carreira vindo de baixo. Praças poderão virar oficiais da PM, que mudou o acesso à graduação. Assim como propõe a PEC 46 da Carreira Única de autoria do Deputado CABO JÚLIO.

Carreira única na PMERJ

Rio - É como fazer uma revolução sem usar armas. Reivindicação antiga entre especialistas em segurança pública, a possibilidade de que praças e soldados cheguem a oficiais na Polícia Militar do Rio de Janeiro vai se transformar em realidade este ano.

A medida, na fase final de elaboração pelo Estado-Maior da corporação, permitirá, por exemplo, que um soldado, caso estude e se especialize durante sua carreira, chegue a coronel e até a comandante-geral da PM. Hoje, o máximo a que se pode chegar, quando se entra como aspirante, é a sargento ou oficial de segunda linha.

“A carreira fica mais atrativa e a polícia aproveitará seus melhores quadros”, disse o chefe do Estado-Maior, coronel Robson Rodrigues — que se tivesse entrado na PM como praça, não teria chance de chegar ao cargo que ocupa. “Teremos apenas um concurso, uma única entrada, ao contrário de hoje, em que existem dois separando praças e oficiais.”

Pela novo estatuto, que precisa ser aprovado pela Alerj, todos terão de passar pela mesma porta de entrada. Aprovados, fazem um curso básico de 27 semanas. Depois, podem optar pelo curso de oficial. “Será um curso de tecnólogo feito no Ensino à Distância (EAD), reconhecido pelo Ministério da Educação e com provas presenciais, coisa que hoje não acontece com quem se forma oficial”, continua Robson. “O policial terá mais atrativos, terá de se especializar e ganhará mais conhecimento.”

Segundo o policial, o concurso para oficial da PM, que aconteceria este ano, já foi suspenso para se adaptar às novas regras.

Diretora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (Cesec), da Universidade Candido Mendes, a doutora em Ciência Social Sílvia Ramos classificou a medida como “revolucionária.” Para ela, a reformulação na estrutura da Polícia Militar do Rio mudará os parâmetros de segurança pública do país, e tende a se espalhar por todos os estados.

“É uma reivindicação antiga. Hoje, temos duas polícias dentro da PM: a dos oficiais e a dos praças”, afirma. “É muito importante que isso comece pela polícia do Rio, até pelo simbolismo.”

Ela usa o exemplo da carreira policial nos Estados Unidos para defender a medida, e lembra que o mesmo acontece na Inglaterra. “Nos EUA, o chefe de polícia, um dia, dirigiu o carro como praça. Isso é fundamental para tornar a carreira atrativa e evitar esta separação atual, em que um jovem aspirante a tenente nunca dialogou com o soldado em sua formação. Este é um modelo que só existe no Brasil.”

FONTE: ODIA
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

12 comentários:

Anônimo disse...

Rio de janeiro já conseguiu ... agora só falta nós ... vamos que vamos meu deputado!!!!!

Anônimo disse...

JÁ VULGARIZARAM A GRADUAÇÃO DE SARGENTO, AGORA QUEREM VILIPENDIAR A PATENTE DOS OFICIAIS??????????? OLHA SÓ A QUALIDADE DOS SARGENTOS FORMADOS NESTES CEFS... UMA MERDA..NÃO SABEM O BÁSICO PARA SER SGT... ENTRAM EM PÂNICO QUANDO SÃO ENCARREGADO DE UM RELES PCD. TEM MUITO SOLDADO DANDO BANHO EM SGT DE CEFS... AGORA VEJA A QUALIDADE DO CFS, NEM SE FALA.

Anônimo disse...

Curso de formação policial a distância?????????????

Anônimo disse...

Vão formar polícia a distância no Rio? Vai acabar de acabar.

Anônimo disse...

Nossos representantes tem que exigir do Governo para que mude a forma de promoção dentro da policia militar, hoje o praça com 10 anos de serviço é um cabo e uma pessoa que fez o CFO com esses mesmos 10 anos é Capitão, os critérios de promoção de praças não ajudam o militar na ascensão na carreira, pois hoje está suspenso CFC, o CFS são só 250 vagas, para ser um Subten o militar precisa de 19 anos de Sgt. Isso deveria ser revisto, e melhorado para nós praças. No mínimo promoção de 5 em 5 anos. Para o praça ter a dignidade de se aposentar pelo menos 2 Ten na reserva. Espero que nossos representantes nos ajudem a mudar essa situação, pois hoje existe duas polícias dentro de uma, a dos praças e dos oficiais.

Anônimo disse...

O PROBLEMA DE TERMOS PÉSSIMOS SGT E CB NA PMMG É DEVIDO AO CRITÉRIO DE PROMOÇÃO POR TEMPO DE SERVIÇO, AS PROMOÇÕES DEVERIAM OCORRER ATRAVÉS DE CONCURSOS INTERNOS E PROVAS DE TÍTULOS.

Anônimo disse...

Tem que copiar o sistema policial americano em geral.

Anônimo disse...

Não sejamos medíocres em pensar que a promoção por tempo de serviço irá desmerecer esta ou aquela classe. É óbvio que critérios para a ascensão ao oficialato devem ser bem definidos. Mas a disparidade que temos vivido até então é de se envergonhar. Um oficial que ingressou no CFO, sem tempo de contribuição anterior, tem a possibilidade de chegar ao último posto da carreira, estando na ativa, algo que não aplica às praças. Não sejamos retrógradas, mas sim, valorizemos nosso público interno.Carreira única já, para que todos possamos ter a oportunidade galgar os mais altos degraus nesta tão árdua e complexa profissão.

Anônimo disse...

CFS só serve pra estressar o cara. Corte de cabelo, barba bem feita, coturno engraxado e roupa passada. ... Ele aprende mesmo eh na prática. ... coisa que Sd com 9 anos de serviço tem de sobra pra ser Cb e Cb tem de sobra pra ser Sgt. Cursinho de 9 meses não ensina nem o básico.... to cansado de ensinar Sgt recém formado do CFS a trabalhar!

Anônimo disse...

O policia ai em cima, acha que pra ser um bom policial tem que mexer é com papel. Policia meu caro, tem é que ser excelente em tiro, abordagem padrão na rua, sangue frio em situações críticas que envolvem sua vida e de seus companheiros no serviço, isso sim é um excelente policial. Se vc acha que pra policial bom tem que saber fazer é PCD, é porque não trabalha na rua. Faz uma seção dentro da PM que é responsável por CPD e entra nela. Aposto que esses Cabos e Sgt que vc está menosprezando ai, dão de 10 em vc na rua, que é onde todos os policias deveriam estar trabalhando.

Anônimo disse...

o cabo julio nos ajude a conseguir essa proposta para aqui em minas a carreira de praça é muito fodida

Anônimo disse...

o cabo julio nos ajude a conseguir essa proposta para aqui em minas a carreira de praça é muito fodida