O que você procura?

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

SECRETÁRIO DA SEDS BERNARDO SANTANA É O NOVO PRESIDENTE DO CONSESP

O Secretário de Estado de Defesa Social de Minas Gerais, Bernardo Santana, foi eleito presidente do Colégio Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp) para o biênio 2015/2016. A escolha realizou-se durante a 57º reunião ordinária do colegiado, nesta quinta-feira (26/2), no Palácio da Justiça, em Brasília, sob a coordenação do presidente interino do Consesp, César Augusto Grubba, secretário de Estado de Segurança Pública de Santa Catarina. No encontro, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, foi apresentado aos novos secretários estaduais. 

Bernardo Santana e seus vices, Fernando Francischini, do Paraná, e Wantuir Francisco Brasil Jacini, do Rio Grande do Sul, receberam 14 votos. A outra chapa, liderada pelo secretário José Mariano Beltrame, do Rio de Janeiro, teve 8 votos. Após a proclamação do resultado, o novo presidente do Consesp disse que pretende intensificar as atividades do colegiado. Um dos caminhos para isso, segundo Santana, é o fortalecimento da relação com o Congresso Nacional. 

“Vou valer-me da experiência como deputado federal para levar ao Parlamento propostas de mudanças no nosso ambiente legal para aperfeiçoar as políticas de segurança pública”, afirmou o presidente. 

De acordo com Santana, a eleição de um representante de Minas Gerais para presidir o Consesp está alinhada com a visão do governo Fernando Pimentel, que assumiu em janeiro. “O governador acredita no trabalho conjunto, interestadual, na área de segurança pública. Podemos fazer mais unindo esforços, compartilhando informações e buscando recursos para investimentos”, observou. O encontro reuniu 22 secretários de segurança pública do país. 

Os debates entre os integrantes do Consesp costumam ser realizados quatro vezes por ano. O encontro desta quinta-feira foi o primeiro de 2015. Durante as reuniões, os secretários apresentam as políticas de segurança de seus estados e buscam alternativas conjuntas de combate à violência e à criminalidade.

FONTE: JB


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: