O que você procura?

quarta-feira, 10 de junho de 2015

POLÍCIA PRENDE SUSPEITOS DE ENVOLVIMENTO EM MORTE DE AGENTE PENITENCIÁRIO

Wesley Fabrício Ribeiro, de 25 anos, foi assassinado a tiros, em 20 de abril, quando seguia para o trabalho no presídio regional

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quarta-feira, dois suspeitos de envolvimento na morte do agente penitenciário Wesley Fabrício Ribeiro, de 25 anos, assassinado a tiros quando seguia para o trabalho em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais. O crime foi no dia 20 de abril. Wesley era servidor da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) há apenas cinco meses e foi morto a caminho do presídio regional. 

De acordo com a Delegacia de Homicídios de Montes Claros, os suspeitos foram presos em Araxá, no Alto Paranaíba. Além deles, foram presos outros três homens envolvidos em outros homicídios. A polícia montou uma operação, denominada Cavalo de Tróia, para buscar esses suspeitos na manhã de hoje. 

Os nomes dos suspeitos de matar o agente penitenciário não foram divulgados porque o caso segue em segredo de Justiça. A Vara do Tribunal do Júri de Montes Claros decretou a prisão temporária de 30 dias para os dois. 

A polícia apurou que os envolvidos na morte de Wesley estavam articulados para atrapalhar as apurações e se eximir da responsabilidade penal sobre os fatos. Há indícios de participação de outras pessoas no caso, mas que ainda não tiveram prisão decretada. 

O CRIME O assassinato ocorreu por volta das 6h. Os suspeitos armados atacaram Wesley bem próximo ao presídio e fugiram em uma motocicleta. Na época, o delegado Bruno Rezende Silveira, responsável pelo caso, levantou a possibilidade de a ordem para o crime ter partido de dentro da unidade prisional.

FONTE: 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

1 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns aos companheiros da policia civil, por estarem empenhados a segurança publica tem que se unir para coibir assassinatos de qualquer integrante da segurança, policiais, guardas municipais ou civis e agentes. Parabéns Cabo Julio por divulgar!