O que você procura?

terça-feira, 13 de outubro de 2015

PMMG INVESTE EM ATENDIMENTO MAIS ÁGIL NO 190

 Coronel BianchiniDinamizar o processo de atendimento à população pelo 190 é o objetivo do comando-geral da Polícia Militar de Minas Gerais. Para isso, a corporação está aperfeiçoando o treinamento dos militares que estão na linha de frente do serviço de denúncia e prestação de socorro.

A ideia é que o cidadão consiga atendimento imediato ao acionar o Centro Integrado de Comunicações Operacionais (Cicop), responsável pela coordenação do 190.

O comandante-geral da PM, coronel Marco Antônio Badaró Bianchini, entrevistado de amanhã na Página Dois, ressalta que o dinamismo no atendimento ajuda a corporação no combate à criminalidade.

“As viaturas são deslocadas de maneira rápida, o que torna o serviço mais eficaz, além de garantir a segurança da população”, afirma o coronel.

Mais efetivo

Entre as mudanças previstas está a ampliação do quadro de militares responsáveis pelo atendimento na central de operações. “É preciso investir em várias frentes. Primeiro, no número de profissionais suficiente e com conhecimento específico para atender ao cidadão, efetivo e viaturas disponíveis para garantir esse serviço”, explica Bianchini.

O coronel afirma que a mudança está sendo realizada de forma gradativa. Militares da reserva e da ativa estão sendo capacitados para um melhor atendimento. “Estamos trocando o número de civis que realizam esse atendimento para mais militares. A corporação tem a facilidade de identificar qual serviço é urgente e deve ser priorizado, o que nem sempre o civil tem noção”.

Trotes

Outra preocupação da corporação é diminuir a quantidade de trotes. Das 19 mil ligações recebidas pelo 190 diariamente na Região Metropolitana de Belo Horizonte, 5 mil são denúncias falsas. “São solicitações que acabam gerando uma demanda e um deslocamento totalmente desnecessário, o que compromete o funcionamento pleno do serviço”, explica o coronel Bianchini. Uma ocorrência real pode ser prejudicada por um trote.

Segundo a PM, 20% da demanda no 190 correspondem à perturbação do sossego, que muitas vezes é assunto de responsabilidade da prefeitura.

FONTE: HOJEEMDIA
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: