O que você procura?

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

PM É AGREDIDO POR 20 PESSOAS AO TENTAR APREENDER MOTO IRREGULAR

Um policial militar foi agredido por cerca de 20 pessoas durante a madrugada desta quinta-feira (17/12/2015) na cidade de Francisco Dumont, no Norte de Minas, ao tentar apreender uma moto que estava com documentação irregular. Quatro envolvidos já foram presos. Os outros continuam sendo procurados. A confusão teve início quando dois soldados, lotados na Companhia Especial de Bocaiuva, que atuam no destacamento de Francisco Dumont, abordaram um motociclista em atitude suspeita que trafegava pelo Centro do município.

Ao ser parado, o homem apresentou a documentação de 2014. O veículo não tinha o licenciamento de 2015. E ele foi informado de que sua moto seria apreendida.

Revoltado, o condutor inflamou as pessoas que estavam em um bar, próximo ao local, para ajudar na agressão. “Um dos soldados conseguiu sair da multidão, mas o outro caiu no chão e foi espancado”, relatou o delegado Leonardo Dias, responsável pela Delegacia de Polícia Civil de Bocaiuva.

O policial que conseguiu sair da multidão acionou reforço, mas o grupo já havia deixado o local quando outros militares chegaram. “O soldado que foi mantido no chão sofreu agressões com pedaços de tijolos, pedras e paus”.

O soldado Antônio Willian Cardoso, de 32 anos, fraturou o antebraço esquerdo e quebrou um osso do rosto. Ele foi encaminhado para a Santa Casa de Montes Claros, onde está internado e ainda passa por exames médicos.

Quatro suspeitos, sendo dois homens e duas mulheres, foram encontrados horas após o crime. Eles acabaram presos nas proximidades do endereço, onde ocorreu a agressão.

Foram detidos W.R.S, de 22 anos, que já possui cinco passagens por roubo e ameaça, R.T.C, de 18, que também já passou quatro vezes pela polícia em função dos mesmos crimes. Já as mulheres identificadas como V.B.S, de 32, P.L.C, de 23, que participaram dessas agressões, não haviam sido presas antes.

“Esses criminosos, com passagem por vários crimes, deveriam estar presos, mas estão soltos em função dessas leis. Já tivemos casos em que alguém tentou agredir um policial, porém, da forma que aconteceu durante a madrugada, com agressões que mais pareciam uma tentativa de homicídio, nunca registramos”, lamentou o delegado.

A viatura da PM foi completamente destruída pelos suspeitos. Já a moto irregular, foi apreendida. O dono do veículo ainda não foi encontrado.





(Fonte: O Tempo / Repórter: Camila Kifer)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

3 comentários:

JBSCS disse...

Pelo amor de DEUS, este militar estava desarmado, mete bala nessa corja de vagabundos.Que País é este onde só bandido tem razão.

JBSCS disse...

Infelizmente mais um Militar agredido por bandidos no cumprimento da Lei. Agredidos por bandidos que vive num País onde impera a impunidade e ninguém faz nada.........

Anônimo disse...

Por que o militar que estava de serviço, com o militar agredido, não fez o uso da arma de fogo para defender o parceiro de uma injusta e covarde agressão, uma vez que estaria amparado na legítima defesa de terceiro. Eu sei que não é fácil, mas temos que baixar a adrenalina e fazer o que é previsto. Por circunstâncias alheias a vontade dos executores o militar não veio a Óbito. Temos que nos preparar para este tipo de situação, devido a nossa lei frouxa, a cada dia o confronto com esse bando de inconsequentes está se tornando inevitável. Devemos Refletir!