O que você procura?

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

945 INVESTIGADORES VÃO REFORÇAR O QUADRO DA POLICIA CIVIL EM MG

Exatos 945 investigadores se preparam para reforçar o quadro da Polícia Civil em todo o Estado. A formatura dos servidores aconteceu ontem, em solenidade que contou com a presença do governador Fernando Pimentel. 
A distribuição dos investigadores pelo território mineiro vai acontecer de acordo com critérios técnicos e objetivos. A demanda por novos policiais em cada região, índices de criminalidade e violência e o tamanho da população serão usados para definir a lotação dos profissionais. 
Pela primeira vez, os aspirantes, todos graduados em ensino superior, ingressam na Polícia Civil nomeados como policiais civis. 
HOMENAGEM
Patrono dos formandos, o governador Fernando Pimentel foi agraciado com o troféu “O Tira”, a maior honraria concedida pela Academia de Polícia Civil de Minas Gerais (Acadepol), durante a cerimônia. 
A homenagem foi atribuída ao apoio e ao compromisso assumidos por Pimentel de levar à frente demandas e temas relacionados à segurança pública e à instituição. 
“Nós queremos uma Polícia Civil bem equipada, bem treinada, bem formada, com boa carreira, bem remunerada e motivada para fazer aquilo que a população quer e merece. E não faltará a vocês o apoio do nosso governo”, afirmou o governador, que destacou a importância do trabalho desenvolvido pela Polícia Civil. “A segurança, hoje, é uma das maiores reivindicações da nossa população”.
O chefe da Polícia Civil de Minas, delegado geral João Octacílio Silva Neto, agradeceu o apoio. “Destaco que é o maior número de investigadores de polícia que, em só um curso, ocupou a Acadepol em toda a sua existência”, afirmou. 
Além de passar no concurso público para investigador, todos os aprovados tiveram que participar do curso de formação técnica na Acadepol, por seis meses. Eles foram distribuídos em 33 turmas. 
Oradora da turma, Elisângela Damasceno Ramos de Souza ressaltou durante a solenidade o privilégio de ser policial civil em Minas. “Aprendemos aqui que ser policial, acima de tudo, é ter disposição para servir as pessoas com humildade, profissionalismo e absoluto respeito à dignidade humana”, afirmou.
Também participaram da formatura os secretários de Estado de Defesa Social, Sérgio Menezes, e de Governo, Odair Cunha, o comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais, Marco Antônio Badaró Bianchini, o diretor da Acadepol, delegado geral Helbert Alexandre do Carmo, e o deputado estadual Ulysses Gomes, representando a Assembleia Legislativa de Minas Gerais, dentre outras autoridades.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: