O que você procura?

terça-feira, 23 de agosto de 2016

MULHER REAGE A ASSALTO E MATA LADRÃO COM GOLPES DE CANIVETE EM BH

Segundo a Polícia Militar, vítima do roubo disse que se sentiu ameaçada quando tentou pegar de volta o celular roubado e atacou bandido. Polícia Civil vai investigar o caso

Uma tentativa de assalto dentro de um ônibus terminou com a morte do ladrão na noite desta segunda-feira (22), na Avenida Amazonas, altura do Bairro Cabana do Pai Tomás, região Oeste de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar, D. A. S., 36 anos, tinha entrado no coletivo da linha 7120 (Riacho das Pedras Via Rua Rio Comprido/Betânia) na altura do Itaú Power Shopping, em Contagem, na Grande BH.

Quando o veículo estava na Avenida Amazonas, ela relatou à PM que viu dois homens sentados em duas cadeiras do coletivo e um deles se levantou, sentando ao lado dela. Ele teria anunciado um assalto apontando uma arma na direção da vítima. De acordo com o boletim de ocorrência, o ladrão pediu que ela não reagisse e tomou sua bolsa para pegar um celular. Ele, então, voltou para o banco em que estava ao lado de outro homem.

Nesse momento, o segundo suspeito se levantou e deu sinal de parada para o coletivo. D. aproveitou e ocupou o lugar do comparsa, pedindo que o assaltante devolvesse seu celular. Quando o homem sinalizou que pegaria a arma, acabou golpeado com um canivete. A mulher relatou que não sabe quantas vezes e nem onde acertou o marginal. Ela disse apenas que começou a pedir ajuda aos passageiros, para que eles chamassem a PM e uma ambulância. 

O homem ferido começou a gritar que tinha sido golpeado e desceu do ônibus, mas acabou morrendo na calçada da Avenida Amazonas. O comparsa fugiu do local. D. desceu e aguardou no local a chegada de ajuda, enquanto o condutor do ônibus seguiu até o 5º Batalhão da PM, no Bairro Gameleira, Oeste de BH, onde informou a situação. Ele disse aos militares que ouviu o ladrão anunciando o assalto.A ocorrência foi encerrada da delegacia de plantão do Barreiro e o caso será investigado pela Polícia Civil.

FONTE: UAI
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: