O que você procura?

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

EMENDA PARLAMENTAR: DEPUTADO CABO JÚLIO ENTREGA KITS DE SEGURANÇA A AGENTES PRISIONAIS

O governador Fernando Pimentel e o Deputado CABO JÚLIO entregam os kits para os agentes prisionais Elma Souza, do Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Belo Horizonte e Charles Salvador do Central Integrada de Escolta do Sistema Prisional de Ribeirão das Neves.
O Deputado CABO JÚLIO, Vice-Líder do governo, entregou na manhã desta quinta-feira (24/11), ao lado do governador do Estado, Fernando Pimentel, 192 kits de segurança a agentes de segurança prisionais. O objetivo da iniciativa é ampliar a proteção dos agentes, devido à natureza de risco de suas atividades funcionais. Cada kit é composto por uma pistola Taurus calibre .40 e um colete balístico e vai ser usado pelo agente prisional mesmo fora da sua atividade de serviço. O evento aconteceu no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.

Os equipamentos foram adquiridos com recursos oriundos de emenda parlamentar destinada pelo CABO JÚLIO, no valor de R$ 524,7 mil. O parlamentar tem sido pioneiro em destinar recursos por meio de emenda para o Sistema Prisional. 

O governador salientou a importância do deputado CABO JÚLIO para a segurança pública do Estado. Em suas palavras, ele é um parlamentar que simboliza bem o papel dos parlamentares na democracia brasileira. ''Ele representa a Polícia Militar mas, preocupado com a questão da segurança pública, é hoje também um grande representante dos agentes prisionais, ele tem uma preocupação objetiva de trazer para nós, sempre, reivindicações, sugestões e propostas que de fato melhorem as condições de trabalho das pessoas, além de acrescentar mais condições de segurança à sociedade'', afirmou. 

Pimentel salientou ainda a importância das emendas parlamentares para o atendimento de demandas da sociedade. “As emendas parlamentares, que às vezes são criticadas, são a forma mais transparente e objetiva que o deputado tem de, efetivamente, fazer política para as suas comunidades. Esse é o verdadeiro mecanismo da boa política. Estamos trabalhando em Minas Gerais com olhar para o conjunto do Estado, um olhar regionalizado”, finalizou.

Para CABO JÚLIO, ser o primeiro parlamentar a destinar recursos para o Sistema Prisional, mostra como a categoria estava abandonada por outros representantes. Ele reforçou sua preocupação coma segurança pública como um todo. "Atender aos irmãos de farda e aos co-irmãos, sejam eles policiais militares, bombeiros militares, policiais civis ou agentes prisionais, é meu dever como parlamentar'', ressaltou.



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

4 comentários:

RONALDO disse...

Salvo melhor juízo, o Exército Brasileiro, liberou o porte de armas calibre .40 (uso restrito), apenas para as Polícias Militares, Civis, Rodoviária e Corpo de Bombeiros. Agente Penitenciário não possui porte de armas de USO RESTRITO e o porte fora de serviço, pode gerar prisão em flagrante por porte ilegal de arma de uso restrito.

Cláudio disse...

Enquanto alguns só fazem barulho, o Deputado Cabo Júlio trabalha!
Parabéns ao único representante do Sistema Prisional!
Desde a criação da carreira do Agente Penitenciário, só apareceu ''caroneiro'' que recebia os votos e não faziam nada!!!
Chega de enganação!
Já diz o ditado: ''O pior cego é aquele que não quer enxergar ''
Sou Agente e reconheço o trabalho do Dep Cb Júlio.

Martins disse...

Você está desinformado Ronaldo e muito. Está expressamente escrito na lei 12.993/2014, que alterou a lei 10.826/2003, LEI FEDERAL, no seu art. sexto, onde diz que o agente penitenciário PODE portar arma de fogo FORA DE SERVIÇO fornecida pela respectiva corporação desde de que submetido ao regime de dedicação exclusiva. Nós trabalhamos para o Estado e portamos .40, 556, 762,sub metralhadoras Turus .40 e etc, constitucionalmente falando ele, (ESTADO), tem poder de policia, então você não é juiz, se quiser ser estude e muito camarada. O Cabo Julio está fazendo um favor, não somente aos Agentes mas à toda sociedade, um Agente Penitenciário, poderá usar essa arma para impedir que um verdadeiro inimigo ( bandido) assalte sua família. Parabéns mais uma vez Cabo Julio, protetor da família mineira.

Martins disse...

Você está desinformado Ronaldo e muito. Está expressamente escrito na lei 12.993/2014, que alterou a lei 10.826/2003, LEI FEDERAL, no seu art. sexto, onde diz que o agente penitenciário PODE portar arma de fogo FORA DE SERVIÇO fornecida pela respectiva corporação desde de que submetido ao regime de dedicação exclusiva. Nós trabalhamos para o Estado e portamos .40, 556, 762,sub metralhadoras Taurus .40 e etc, constitucionalmente falando ele, (ESTADO), tem poder de policia, então você não é juiz, se quiser ser estude e muito camarada. O Cabo Julio está fazendo um favor, não somente aos Agentes mas à toda sociedade, um Agente Penitenciário, poderá usar essa arma para impedir que um verdadeiro inimigo ( bandido) assalte sua família. Parabéns mais uma vez Cabo Julio, protetor da família mineira.