O que você procura?

sábado, 1 de novembro de 2014

PM ABORDA GRUPO APÓS DENÚNCIA E GAROTO MORRE EM TROCA DE TIROS EM MINAS GERAIS

Materiais apreendidos em Guimarânia (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Rapazes postavam imagens com armas nas redes sociais em Guimarânia.

Dois jovens foram presos e dois adolescentes apreendidos na sexta-feira.

Dois jovens, de 19 e 26 anos, foram detidos e dois adolescentes, de 16 e 17 anos, foram apreendidos, na tarde de sexta-feira (31), suspeitos de tráfico de drogas em Guimarânia, no Alto Paranaíba. Um terceiro garoto, de idade não divulgada, também suspeito, foi morto durante troca de tiros com policiais, após perseguição. Foram apreendidos armas, drogas e dinheiro. Os envolvidos e os materiais foram encaminhados para a delegacia dePatrocínio.

A Polícia Militar (PM) recebeu denúncias de que os suspeitos estariam traficando drogas em uma casa na Avenida Espírito Santo, Centro da cidade, e que também estariam exibindo, por meio de fotos e vídeos, armas de fogo nas redes sociais. Foi montada uma operação com viaturas de Guimarânia e Patrocínio, com o objetivo de encontrar o grupo. Ao perceberem a presença da PM, os jovens e os adolescentes fugiram pulando muro de casas.

Em seguida, os suspeitos entraram no estádio municipal, mas os militares conseguiram alcançá-los. O adolescente foi encontrado dentro de um dos banheiros do estádio. Com a aproximação dos militares, ele disparou três vezes contra os policiais, que revidaram. Um dos tiros atingiu o tórax do garoto. Ele foi socorrido pela PM e levado para o Pronto Socorro de Patrocínio, porém, segundo a polícia, ele já estava sem vida antes de dar entrada no socorro médico. Na posse do adolescente morto foram encontrados um revólver calibre 38, uma porção de maconha e oito pedras de crack. 

O jovem de 19 anos e o adolescente de 17 foram capturados nos fundos do estádio. Momentos antes da abordagem, o suspeito de 17 anos arremessou um revólver calibre 38 com cinco munições. Como ele também foram localizados quatro pedras de crack e R$ 328 em dinheiro. O adolescente de 16 anos e o jovem de 26 também foram presos. O adolescente foi apontado pela polícia como o autor das fotos e vídeos e com o jovem foram encontrados seis munições calibre 38 e rádios comunicadores.

Na casa onde eles estavam antes de fugirem, foram localizadas cinco munições intactas calibre 38 e várias fotos dos suspeitos portando armas de fogo e consumindo entorpecente semelhante à maconha. No imóvel a PM, apreendeu vídeos dos jovens ameaçando um outro comparsa e dando nome ao grupo de Primeiro Comando de Guimarânia. No mesmo vídeo, eles simulam matar uma pessoa com um revólver.

Apuração dos fatos

Segundo o tenente coronel Jarbas de Souza Silva, comandante do 46º Batalhão da Polícia de Patrocínio, no momento da troca de tiros havia sete policiais militares próximos ao adolescente. Ele disse ao MGTV que será feita uma investigação para saber de qual arma saíram os tiros que atingiram o menino, que foi baleado com quatro disparos. Enquanto isso, os policiais continuam trabalhando. Já a Polícia Civil também informou que instaurou um inquérito para apurar o caso.

FONTE: G1
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: