O que você procura?

quinta-feira, 9 de julho de 2015

DEPUTADO CABO JÚLIO ALMOÇA COM SECRETÁRIO DE DEFESA SOCIAL BERNARDO SANTANA

O Deputado CABO JÚLIO, vice-líder do governo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), almoçou nesta quinta-feira (09/07), com o Secretário de Estado Defesa Social (Seds), Bernardo Santana. O encontro, que contou com a presença dos deputados da base do governo, aconteceu no 23º andar do Edifício Tiradentes, da ALMG.

Na oportunidade, Bernardo Santana falou do esforço que a Secretaria vem fazendo para colocar a pasta em ordem. Ele anunciou que a Seds está investindo em tecnologia com o objetivo de criar mecanismos que permitam uma comunicação mais eficaz entre os setores da polícia civil, da Seds e da polícia militar. Ele criticou a falta de tecnologia aliada a burocracia do sistema que possibilitaram práticas irregulares durante vários anos. "Estamos trabalhando para melhorar a comunicação entre os setores e promovendo um rearranjo das contas, cortando despesas", disse. 

CABO JÚLIO também ressaltou o esforço do Secretário em colocar a ''casa em ordem''. O parlamentar lembrou do déficit das polícias sobretudo na PM que hoje conta com 41.982 servidores, o mesmo número há 15 anos. "Ao mesmo tempo em que se forma 1.500 soldados, por exemplo, perde-se 4 mil homens que se aposentam", afirmou CABO JÚLIO que acredita no aumento do abono permanência e do abono reconvocação como solução para resolver, inicialmente, o claro na corporação. Ele reforçou a necessidade de realização de concurso para Delegado de Polícia para que se resolva o problema dos Plantões Regionalizados.
Belo Horizonte Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais - Rua Rodrigues Caldas, 30 - Santo Agostinho, Belo Horizonte - MG, 30190-921, Brasil
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

7 comentários:

Anônimo disse...

Por mais que se invista em tecnologia e contratação de pessoal, a verdade é que segurança pública é uma questão de números. Mas, qual o número ideal de policiais por habitantes? Não, a ONU nunca definiu essa relação: veja em http://abordagempolicial.com/2013/11/a-onu-nunca-recomendou-quantidade-de-policiais-por-habitantes/. Ninguém sabe o que fazer. Estamos enganando uns aos outros. Enquanto isso o crime aumenta vorazmente. O criminoso tem pouco a perder, talvez alguns anos comendo e bebendo por conta dos impostos! A criminalidade hoje, mais do que nunca, tem bases motivacionais: nas rimas do funk que fala mal da polícia, na história do garoto pobre que vê a mãe e as irmãs se prostituírem e o pai se embriagar diante da miséria de tudo, na busca de auto afirmação (como diria o Unabomber em seu manifesto: "Sociedade Industrial e seu futuro") através da escalada na hierarquia do crime, etc. O crime, hoje, comove, deslumbra, vicia! Nos filmes politicamente corretos, os mocinhos sempre vencem. Mas a realidade é um filme sem fim e nada politicamente correto. A realidade tem um número de episódios que levam os mocinhos a se cansarem, se omitirem e até se corromperem. A questão, Excelência, é pensar em como fazer para que os mocinhos não se cansem, não se omitam e não se corrompam. Como injetar energia motivacional pro-segurança nos policiais e na sociedade em geral, de forma que se comovam, se deslumbrem e se viciem em combater o crime? Alguém já disse isto, mas eu reforço: Nós somos a última barreira na trilha que leva ao caos!

Anônimo disse...

É MAIS UM QUE NINGUÉM FALA É DO PREMIO DE PRODUTIVIDADE. MAS 2018 ESTÁ LOGO ALI NA CURVA E OS MILITARES MINEIROS NO GERAL E SEUS FAMILIARES NÃO TEM MEMÓRIA CURTA. ISSO É SÓ UM LEMBRETE QUEM É SABE... KKKK

Rodolpho Lourenço do Rio disse...

Deputado, não são mais Delegados apenas que irá resolver o problema das Centrais de Flagrantes e do funilamento em que vive a PCMG. Há a necessidade de investimento na base, sobretudo em mais Escrivães, que são quem formaliza e agiliza os procedimentos, e não os Delegados de Policia, que apenas despacham ordens. Pára de olhar para onde te interessa, uma vez sua mulher ser "91". Até porque, o senhor veio da base da PMMG, salvo engano. Outra coisa, o senhor não vai falar nada do trabalhão da pcmg, que ontem (09/07/2015) apreendeu duas toneladas de entorpecente? Valorizar a Gloriosa pcmg não te interessa né, só te interessa o corporativismo, típico de milicianos. Saudações.

Rodolpho Lourenço do Rio disse...

http://www.otempo.com.br/cidades/pol%C3%ADcia-apreende-duas-toneladas-de-maconha-em-contagem-1.1066988
Está aí, Deputado, a reportagem que fala sobre é estupenda investigação promovida pela pcmg, através do Departamento Antidrogas, que tirou das ruas duas toneladas de maconha. Agora seja isonômico e faça este homenagem à pcmg, postando tal fato, em detalhes, no seu Blog. Ou será que para o senhor, só presta o trabalho feito pela pmmg? Saudações.

Anônimo disse...

O Sr. Secretário em entrevista a Rádio Itatiaia divulgado neste mesmo Blog cita no Audio que este aumento nos Abonos já se encontravam na ALMG e já estariam aprovados e em outra Publicação há a autorização do Sr, Governado para propor uma Emenda a PLC 03 tratando deste assunto . Eu pergunto ta na ALMG, ta aprovado é so intenção. Qual a prvisão de mudança.

Cleber Marcos disse...

Acho que é chover no molhado, mas volto a ressaltar que seria uma maneira justa do militar permanecer mais tempo no serviço ativo, seria a diminuição de um ano no interstício entre as graduações.

natanael duarte disse...

E o Promorar ,pagamento 2014