O que você procura?

terça-feira, 11 de agosto de 2015

DEPUTADO CABO JULIO SE REÚNE COM ENTIDADES REPRESENTATIVAS DA POLÍCIA MILITAR E DO CORPO DE BOMBEIROS E SOLICITA ANÁLISE DE PROPOSTAS PARA A CLASSE

O Deputado CABO JÚLIO, vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) se reuniu na tarde desta terça-feira (11/08) em seu gabinete com o Presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados (CSCS), Cabo Coelho, com o presidente da Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares (Aspra). O objetivo da reunião foi solicitar aos representantes de classe que estudem junto às suas diretorias, os seus associados e à tropa as seguintes propostas:



1 – Diminuição de um ano no interstício das promoções de praças e oficiais - o tempo diminuiria para todos de forma igualitária e representaria uma progressão mais rápida na carreira.

2 – Aumento do tempo de contribuição para 35 anos EXCLUSIVAMENTE para os militares que ingressarem na PM e BM a partir de 01 de janeiro de 2016 - atualmente 52% da folha de pagamento é gasto com inativos e 48% com ativos. Sendo 27 mil inativos e 41 mil militares na ativa. O aumento de tempo só incidiria para os novos militares sem nenhum prejuízo para os que ingressarem ate a data. Tal mudança visa tirar o risco de um colapso futuro no IPSM.

3 – Isonomia de promoções entre 2º Ten CHO e CFO:
Atualmente no CFO as promoções se dividem em duas turmas de 50% e o CHO em três terços.

4 – Carreira Única
Ingresso na PM e BM somente através do CFSD. O CFO passaria a ser uma seleção interna como acontece hoje com o CFS.

O Presidente da AOPM e COPM, respectivamente Ten Cel Cirilo e Cel Piccini receberam as propostas igualmente e vão também consultar a classe.

''Envio estas propostas a toda a tropa para avaliar opinião de toda a nossa classe. Tal consulta visa tão somente subsidiar para aprimoramento das propostas em consonância com os interesses de toda a classe. Você também pode opinar através do e-mail jullioo@uol.com.br

Deputado Cabo Julio
Vice-Líder do Governo

Presidente da Aspra - Sgt Bahia, Deputado CABO JÚLIO, Presidente do CSCS - Cabo Coelho, Daniel Branco Pereira e o assessor jurídico do gabinete, Sgt Pinheiro.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

45 comentários:

gessica guedes disse...

Boa noite!
não entendi este tempo de contribuição, é aumentar para 35 anos de serviço?
sou favorável a diminuição do interstício e isonomia. Gostaria se estas proposta seriam para quando? ainda este ano?

Att,

Edilson, edilsonpguedes@yahoo.com.br

gessica guedes disse...

Boa noite!

Não entendi "Aumento do tempo de contribuição para 35 anos", é aumentar o tempo de serviço para 35 anos? Sou favorável a "Diminuição de um ano no interstício", "Isonomia de promoções entre 2º Ten CHO e CFO" e "Carreira Unica". Estas mudanças são para este ano?

Att,

Edilson, edilsonpguedes@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Brincadeira deputado.
Querendo aumentar o tempo de serviço da nossa categoria.
Queremos saber de política salarial pra categoria.
Condições melhores de trabalho.
Que o governo nos pague o que deve.
Estas propostas são pura politicagem

Anônimo disse...

Deputado.
Querendo aumentar nosso tempo de serviço.
Queremos é uma política salarial.
Condições melhores de trabalho.
Que o governo pague o que nos deve.
Vossa Excelência só fazendo política
Estamos de olho, essa é a forma de governar do Pt

Anônimo disse...

Todas as propostas são excelentes, porém aumentar o tempo de serviço para aposentadoria é um absurdo! Mesmo que seja apenas para quem ingressar na PM e BM a partir de 2016, isso causará um grande desconforto na tropa no futuro. Quase 4 mil PMs e BMs entrarão nos comandos em 2016 e 2017, 4 mil insatisfeitos! O último concurso da PM teve 100 mil inscritos, isso vai ser tiro no seu pé, Cabo Júlio. Espero que o senhor não apoie essa atrocidade.

pamella seabra disse...

Eu não concordo com a referida proposta. Aumentar cinco anos de serviço e em troca diminuir um ano entre as promoções? Gente um absurdo, pois o trabalho Policial Militar exige muito do ser humano. Acho que eles estão se baseando nos reconvocados, que após se aposentar, voltam ao serviço ativo para ganhar mais 33%. Só que tem uma grande diferença. Essa turma mais antiga, começava trabalhar mais cedo (13, 14, 15 anos de idade), o que hoje não é admitido pela legislação brasileira. A turma mais antiga averbava tudo como tempo de serviço, ou seja, tempo rural, engraxate, escola agrícola, etc... Sem contar as férias prêmio em dobro (do jeito que vai daqui a pouco vão impedir isso também). Em fim, o militar aposenta hoje com 43, 44, 45 anos. A diferença entre a turma antiga e a turma de hoje é que nossos jovens mesmo que queiram não podem trabalhar antes dos 18 anos. Mesmo que consigam entrar na PMMG com 18 anos, vão se aposentar somente com 53 anos de idade. Acho que se não formos leais com os Policiais do futuro, eles também não serão leais com a velha guarda. AGORA PESSOAL, AUMENTAR CINCO ANOS DE SERVIÇO EM TROCA DA DIMINUIÇÃO DE UM ANO ENTRE AS PROMOÇÕES É DUVIDAR DE NOSSA INTELIGÊNCIA.Sem dizer que se o militar recém admitido na corporação passasse no CFS, chegaria a Sub Ten aos 20 anos de serviço, e caso não passe no CHO (que é para poucos, principalmente o quadro QPE), ficaria 15 anos na graduação de sub ten. Será que não está na hora de mudar isso também. Porque não mudar para que o militar que fizer o concurso de CFS, chegue automaticamente ao posto de Capitão (como é no EB). PESSOAL, NÃO PODEMOS CONCORDAR COM ESSA OFERTA MEDIOCRE QUE O CB JULIO ESTA OFERECENDO.

Anônimo disse...


Deste itens inclusos na pauta, o único retrocesso é o tempo de contribuição para 35 anos. Nosso serviço já é por sua natureza de risco, e deixar 5 anos a mais um policial é com certeza um grande retrocesso.

Ass.: Cb Tharley

Anônimo disse...


Deste itens inclusos na pauta, o único retrocesso é o tempo de contribuição para 35 anos. Nosso serviço já é por sua natureza de risco, e deixar 5 anos a mais um policial é com certeza um grande retrocesso.

Ass.: Cb Tharley

Wendel Avancini Viana disse...

Não iremos aceitar este absurdo de 35 anos.

MILL GUSMÃO disse...

PENSE TAMBÉM NO AUMENTO SALARIAL,PORQUE A INFLAÇÃO ESTAR MUITA ALTA E O NOSSO ORDENADO NÃO ESTAR DANDO PARA O SUSTENTO DE NOSSAS FAMÍLIAS.DE JÁ MEUS AGRADECIMENTOS.

Anônimo disse...

proposta de 35 anos de contribuição isso e um absurdo.sr cabo Julio que proposta absurda.me diga o policial militar qua vai aguentar trabalhar na rua 35 anos.trabalhamos 40 semanais no papel,mas na realidade trabalhamos muito mais.a não ser que vai passar a carga horária pra 30hs semanal.serviço de policia e complexo.não queira tampar o sol com a peneira.votei em você estou decepcionado com sua proposta.tanto defendia que jamais iria aumentar o tempo de contribuição.

Wendel Avancini Viana disse...

Não aceitaremos jamais a aposentadoria aos 35 anos; mesmo que seja para os futuros militares. Não podemos nos esquecer que amanhã nossos filhos poderão estar nesta situação. Não faça isso com nosco deputado !!!

Wendel Avancini Viana disse...

Não iremos aceitar este absurdo de 35 anos.

Anônimo disse...

Boa tarde nobre deputado.
Devemos ter o cuidado para não prejudicar os militares que já estão na PM e BM.
Um abraço.
Seu eleitor.

Anônimo disse...

Não podemos nos comparar com os trabalhadores comuns, que tem seus fins de semana garantido em descanso junto as suas famílias,os feriados prolongados,fundos de garantias, multas rescisórias de contrato de trabalho e demais vantagens. Estão querendo dar ouvidos a jornalistas que não conhecem nosso trabalho. Porque não nos pagam as PPs atrasadas, não regularizam nosso adicional de perigosidade e adicional noturno. Caro deputado não faça essa covardia com nossos policiais militares. As demais propostas são bem vindas.

Anônimo disse...

Cabo júlio, a passagem para 35 anos é fundamental para manter a médio e longo prazo a paridade entre inativos e ativos. É fato que manter da forma que está não conseguiremos arcar com as aposentadorias futuras. O que acontece hoje é que um militar contribui quase a vida toda como soldado e cabo e vai aposentar recebendo como 1º Sargento. Quanto a redução de 1 ano vejo muito positivo, mas acredito que o CHO deva ser por convocação dos subtenentes e 1º sargentos mais antigos.

Anônimo disse...

Acredito que os amigos que estão se manifestando contra o aumento de 35 anos, não conhecem a realidade de nosso instituto. Quem tem ou teve a oportunidade de conversar com os verdadeiros conhecedores do nosso instituto, como a Cel Aurea, verá que se não mexermos no mesmo, ele irá "QUEBRAR". O instituto, não previa tamanha ascensão na carreira como ocorre hoje. Quem não concordar com o aumento nas contribuições para 35 anos, não está preocupado com seu futuro. Acho que a proposta é a única maneira de salvarmos nosso patrimônio. Não concordo é mudar a regra no meio do jogo. Do jeito proposto sim, ou seja, vai ingressar na instituição para trabalhar 35 anos quem quiser, não pode é mudar o jogo atual, afinal, quem está na corporação hoje sabia que seria 30 anos... Pessoal, não analisemos com a emoção, sejam racionais e procurem saber a respeito do assunto. Nosso Instituto hoje, deve ser o único do país em que o sujeito se aposenta num cargo em que nunca contribuiu. Ex: O 2º Sgt é promovido a 1º Sgt, fica apenas um ano na graduação e vai para a reserva receber como Sub Ten, cargo que nunca ocupou e claro, nunca contribuiu.

ronaldopaula disse...

Caro deputado cb julio, vc realmente está indo na contra mão. Olha vc em momento algum falou da política salarial. Veja bem todas as outras classes estão se mexendo e vc nem manifestou. Estamos de olho nobre deputado...

Anônimo disse...

Sr. Deputado,

Os sargentos querem a diminuição do tempo para prestar o concurso do CHO.
Quinze anos é muita coisa. Diminuição do tempo de polícia para tentar o CHO JÀ.

Anônimo disse...

Caros milicianos, boa noite.

O aumento do tempo de serviço é algo inevitável e se não quisermos chegar onde a Grécia chegou, esse ajuste precisa ser feito e o mais breve possível. Diga-se de passagem, ele já está atrasado, pois a nossa previdência não vai aguentar muito tempo.
Lembrem-se de que o menor salário pago para os nossos aposentados é de quase R$ 7.000,00 (isso para um Soldado com 06 qq e trintenário) não estou nem falando dos valores mais altos que os oficiais superiores recebem.

Quanto a proposta de diminuição do tempo de interstício em um ano, vejo como uma forma de permitir que o PM possa aposentar com uma melhor condição.

Quanto os 35 anos, infelizmente os companheiros que foram reconvocados, acabaram participando de uma experiência sem saber, pois o governo viu e comprovou que o PM pode tranquilamente trabalhar por mais 05 anos.

Pensemos nisso.

Cleber Marcos disse...

Sou a favor da diminuição de um ano nas promoções, bem como sou a favor da equiparação do CHO e carreira única, a questão dos 35 anos deve ser discutida a parte
Forte abraço e continue na luta por melhorias

Hudson Soares disse...

É uma vergonha essa proposta, além de ser inconstitucional, porque tem lei Federal complementar que trata sobre aposentadoria de policiais no Brasil de 2014, as polícias estão se adequando, você é muito mal assessorado. Colapso do IPSM??? Outra mentira, os recursos sao muito mal utilizados.
Lei a lei complementar 144 de 2014. Esse deputado está agindo de má fé, ou de forma bizonha.

O q deveria é propor a diminuição do intertício das promoções de praça com máximo de 5 anos.

Apenas uma entrada pelo curso de soldado para a PMmg

João disse...

Eu não acho absurdo a contribuição passar para 35 anos de serviço; porquê, se fosse absurdo milhares de policiais, não estariam retornando às atividades para ganhar apenas 33% de seu salário; parabéns Deputado cb Júlio , 35 anos é muito pouco deveria passar para 40 anos de contribuição.

Diney C. disse...

A proposta de aumento do tempo de serviço é "um mal necessário"- pois é observada o aumento da longevidade dos brasileiros somado ao déficit dos aposentados x ativos. O mesmo assunto - com fórmulas diferentes- está sendo discutido para os demais contribuintes da previdência (fator 85/95).
Para a polícia acredito que será necessário rever, caso aprovada a lei, o tempo de permanência no serviço (hoje até os 60 anos).
No mais, respeito todas as opiniões aqui citadas, acredito que vale sim o aumento do tempo de trabalho para resguardar aqueles que estão aposentados e também os que vão adquirir este direito no futuro.

Anônimo disse...

Não entendi a proposta, pois ambas profissoes sao perigosas e insalubres, deveria diminuir o tempo de serviço e nao aumentar, ja lesionei meu tinpano no mergulho , minha coluna ta travada de tanto carregar prancha , meu pulso ta com liquido sinovial , tiro sentinela so eu mais tres e ainda saimos nas ocorrencia, imagina eu com 35 anos de serviço, fora as escalas de sobre aviso ....

Valmir Barbosa disse...

Deputado sou contra apenas no aumento do tempo de serviço para 35 anos. Acredito que a porcentagem de militares que retornam ao serviço ativo é muito baixa e mesmo assim não ficam mais que 2 anos reconvocados, exceções à parte! Devemos insistir na "carreira única" ou seja, uma só porta de entrada para o serviço policial-militar. Temos que ter projetos melhores para o policial da reserva descansar em paz e conviver mais tempo com a família porque no serviço ativo ultimamente está quase impossível essa convivência!
Obrigado!

Anônimo disse...

Boa noite Dep Cabo Julio,Porque até agora o sr Dep não foi colocado em pauta de forma que o Sub Ten ir a 2º Ten na ativa e tendo chance de a capitão como é feito no EB, ai com isso tem como justificar o aumento no tempo de serviço para 35 anos da forma que é feito no EB. Coloca em pauta essa ideia.

Anônimo disse...

Bom dia! Redução de dois anos(ambos), como hoje se entra na pm se tiver curso superior não ha necessidade de aumentar o tempo de serviço, mas sim aumento o prazo para se entrar na corporação, carreira unica das classes somente entrar na pm como soldado com promoção por tempo até no minimo capitão e cfo interno. Militares com processo concorrerem a promoção e serem promovidos, pois, quem não esta sujeito trabalhando nas ruas.

Anônimo disse...

BOM DIA DEP. CB JULIO. VC ESTA CONFIANDO DEMAIS NESTA TURMA DO PT. CUIDADO QUE ESSE PESSOAL PODE ESTAR TE USANDO COMO BODE EXPIATORIO. ESSA TURMA DO PT QUER LEVAR VANTAGEM EM TUDO. NAO ENTRE NESTA DE FICAR PROPONDO COISAS QUE VENHA ATRAPALHAR SUA CARREIRA POLITICA FUTURAMENTE. SE O GOVERNADOR PIMENTEL QUER FAZER UMA MUDANÇA NO TEMPO DE CONTRIBUIÇAO E REFORMA AOS 35 ANOS QUE O PROJETO VENHA DA PARTE DELE. NAO CAIA NESTA. QUEM AVISA AMIGO É? DEPOIS NAO FALA QUE NINGUEM TE ALERTOU. VOCE JA TEVE UMA MARGEM MUITO BAIXA DE VOTOS PARA SER REELEITO A DEPUTADO, A INTENÇAO A CADA PLEITO ELEITORAL DOS VOTOS E SO CAIREM. VC PODERA PEDER MUITOS VOTOS DOS PMS ATUAIS NA ATIVA, REFORMADOS E FUTUROS.

celio machado disse...

Boa tarde! Senhores. A maioria dos comentários a respeito do aumento do tempo de contribuição são contra; entretanto se esqueceram que que paga os que estão aposentados e quem vai se aposentar já estando ingresso na PMMG é o IPSM. Vejamos se a folha já atinge os 52% hoje imagina no futuro. Eu como militar da ativa sou a favor pois caso continue assim como é hoje daqui há alguns anos já aposentados estaremos recebendo parcelado, com reduções não esperadas e outras garantias hoje ainda sólidas. Tanto o IPSM quanto o INSS não suportam um gasto tão pesado pois no futuro poderemos todos ficar em um prejuízo muito maior do que o imaginado; mesmo para os que ingressarem após 2016. Acredito que caso permaneça os 30 anos, tem de ser feito mudanças nas promoções para compensar os gastos, como se optar aposentar aos 30 anos o militar perderia a promoção imediata além de 10% do que ganha na ativa. Sendo realista seria a única maneira de salvar o IPSM já centenário; caso contrario seria o inicio do fim de uma grande e histórica autarquia e um caos para o militares da reserva.

celio machado disse...

Comentário retificado.
Boa tarde! Senhores. As maiorias dos comentários a respeito do aumento do tempo de contribuição são contra a proposta; entretanto se esqueceram de que quem paga os que estão aposentados e quem vai se aposentar já estando ingresso na PMMG é o IPSM. Vejamos se a folha já atinge os 52% hoje imagina no futuro. Eu como militar da ativa sou a favor, pois caso continue assim como é hoje daqui a alguns anos já aposentados, estaremos recebendo parcelado com reduções não esperadas e outras garantias retiradas, hoje ainda sólidas. Tanto o IPSM quanto o INSS que já realizou algumas mudanças não suportam um gasto tão pesado, pois no futuro poderemos todos ficar em um prejuízo muito maior do que o imaginado; mesmo para os que ingressarem após 2016. Acredito que caso permaneça os 30 anos, tem de ser feito mudanças nas promoções para compensar os gastos, como se optar aposentar aos 30 anos o militar perderia a promoção imediata além de 10% do que ganha na ativa. Sendo realista seria a única maneira de salvar o IPSM já centenário; caso contrário seria o inicio do fim de uma grande e histórica autarquia e um caos para o militares da reserva. Sei que vou ser “crucificado” por companheiros de farda e outros “aspirantes a militares”; mas é uma realidade sem volta; que agrade somente a “Troianos” entretanto os “Gregos não podem vendar os olhos para ela.

Anônimo disse...

Sou a favor da redução do tempo de promoção entre graduações de praças para dois anos e para oficiais em um ano.Sou a favor das equiparações entre cho e cfo para promoções e sou a favor do aumento do tempo de serviço para quem entrar para 32 anos de efetivo serviço. Devemos nos ocupar para reduzir os gastos públicos com diárias para os oficiais superiores que em alguns casos chega a R$ 983,39 enquanto um soldado recebe R$ 150,00, quando recebe!
Mudança já!

Anônimo disse...

Não entendi o nobre Deputado está no governo e abandonou nossa classe,ele esta indo de encontro a decisões de tribunais superiores onde mandam o Estado se adaptar para os 25 anos e ele nos traindo querendo aumentar o tempo, ao invés disso ele deveria lutar por diminuição do interstício das promoções, sem essa de ser avaliado por oficiais que por puro prazer te tiram ponto só para você não ser promovido, deveria verificar o retorno de oficiais e praças para administração ao invés de rua, gerando assim um aumento na folha e diminuição nos policiais na rua, acho que se ao invés de recontratar contratar novos soldados sairia mais barato treina-los do que manter oficiais e praças também coçando dentro dos quartéis. Meu nobre Deputado me decepcionei com a vossa senhoria depositei toda minha esperança e confiança no senhor e nos traiu, levando uma proposta para nos desculpe o palavreado ferrar, usando uma compra casada se nos dar um ano de interstício a menos em troca de 05 anos a mais. Há só vai atingir quem entrar a partir do ano que vem(2016), vossa senhoria se esquece que temos filhos que poderão seguir nossa árdua carreira, imagina só um senhor de cinquenta e poucos anos no combate a um jovem de 20 anos malhado e com conhecimento de artes marciais, acho que o senhor deveria ver junto aos seus aliados no congresso ver uma modificação no código penal para serem mais duras as penas no país contra todo tipo de crime e principalmente contra os policiais e não aumento de tempo de serviço. A culpa da falta de policiamento não é nossa e sim do governo que o senhor apoia por não contratar mais policiais. ?O senhor acha mesmo que o aumento do tempo vai resolver o problema da segurança? seja honesto consigo mesmo e com aqueles que o apoiaram na esperança de melhorias e não pioras.

Anônimo disse...

O pessoal nunca esta satisfeito: é difícil agradar Gregos e Troianos. A proposta tenta melhorar os interstícios das promoções, mas, é fato, que algo tem que ser feito quanto a previdência, se quisermos manter salário integral na reforma. A proposta solução foi justa, uma vez que não muda as regras para quem já ingressou: continuaremos com trinta anos. Contudo, o candidato que quiser ingressar na PMMG no futuro, terá já a previsão em lei. Quanto ao militar ficar quinze anos como subtenente, se de fato ele chegar a subtenente com vinte anos, ora, não vejo nada demais, uma vez que ele terá um grande lapso para tentar o CHO e ter uma promoção melhor ainda no final da carreira. Lembre: com a proposta todos poderão sair na reforma no posto de segundo tenente, no mínimo. Muito bom para a tropa. Eu também não concordava com aumento de contribuição, tendo em vista que nossa atividade é de risco. Porém, se de fato o instituto não tiver condições de se manter e essa for a solução, vejo que é um caminho menos impactante que a redução de salários na previdência.

Robson Oliveira disse...

Falou tudo amigo

Anônimo disse...

SENHOR DEP. CB JÚLIO, SE O AUMENTO FOR PARA QUEM ESTIVER ENTRANDO, EU CONCORDO, MAS BASEANDO -SE NO PORQUE, DE TERMOS TEMPO DE SERVIÇO DE 30 ANOS, VEJAMOS:

NÃO RECEBEMOS INSALUBRIDADE;

NÃO RECEBEMOS ADICIONAL NOTURNO;

NÃO RECEBEMOS PERICULOSIDADE;

NÃO RECEBEMOS HORAS EXTRAS(POIS REPOSIÇÃO DE FOLGA NÃO É JUSTO,ETC.

POIS SOMOS MILITARES, A QUESTÃO NÃO É SE O IPSM VAI QUEBRAR, A QUESTÃO É POR ONDE ESTÁ SAINDO O NOSSO DINHEIRO DE CONTRIBUINTE, HÁ UMA MÁ GESTÃO ?, DEVEMOS PENSAR QUE O MILITARISMO TEM MAIS DE 24O ANOS,MANTEMOS GASTOS E POSTO DESNECESSÁRIOS, PODERÍAMOS VIVER COM O POSTO MÁXIMO DE CAPITÃO. PODERÍAMOS CORTAR GASTOS.
SE NÃO MEXERMOS DE DENTRO PARA FORA, DE UMA FORMA SERENA.
MUDANÇAS VIRÃO DE FORA PARA DENTRO, DE FORMA BRUTA, POIS A SOCIEDADE NÃO SABE O QUE É SER MILITAR, APENAS ESPERA O MELHOR, NOS COMPARANDO COM POLICIAIS DE FILME AMERICANOS, E QUEREM VIVER COMO OS SEU PERSONAGENS, ONDE TODO MUNDO FUMA MACONHA E USA DROGA, MAS ESQUECE QUE O SEU FILHO PODE SER VICIADO, QUE NÃO CONSEGUE LARGAR AS DROGAS ,E QUE NOS POLICIAIS DA VIDA REAL SOMOS DE CARNE E OSSO, ADOECEMOS, FICAMOS VELHOS, E PRECISAMOS DE RECURSOS HONESTOS E SUFICIENTES PARA VIVER COM DIGNIDADE.

SE OS NOVOS POLICIAIS QUE ENTRARAM TERÃO O TEMPO DE 35 ANOS, VOLTO A PERGUNTO COMO SERÁ-LHES RECOMPENSADO OS ITENS ACIMA: INSALUBRIDADE;ADICIONAL NOTURNO;HORS EXTRAS;PERICULOSIDADE E OUTROS DIREITOS, QUE NOS É NEGADOS POR SERMOS MILITARES, E NOSSA CÕ-IRMÃ POLICIA CIVIL, GANHOU A POUCO TEMPO O DIREITO DE 30 ANOS, É JUSTO QUE ELES TAMBÉM TRABALHEM 35 ANOS, COMO SERÁ, SÓ NOS VAMOS PAGAR O PATO ???? COMO SEMPRE SOMOS CHAMADOS PARA DANÇAR E NOS VEMOS SOZINHOS NO SALÃO( PALAVRAS DE UMA CORONEL DA POLICIA MILITAR DO RIO DE JANEIRO/RJ.
SÓ O INTERNÉTICO NÃO É SUFICIENTE, DEVEMOS GARANTIR QUE O POLICIAL POSSA, COM SALÁRIO DIGNO, AOS 25 ANOS, COMO QUALQUER CIVIL, QUE TEM PROFISSÃO PERIGOSA;INSALUBRE;NOTURNA E DESGASTE FÍSICO EMOCIONAL;PSICOLÓGICA;ETC.
POIS SE ESQUECERMOS DELES ITENS LEMBRAREMOS DELES COM MUITA DOR E LAMENTAÇÃO POIS DEIXAMOS DE EXIGI-LOS NO MOMENTO OPORTUNO AO QUAL ESTAMOS PASSANDO , NO FUTURO.
35 ANOS SIM, PARA QUEM ESTIVER ENTRANDO MAIS COM DIGNIDADE.

ABRAÇOS DE SEU ELEITOR, QUE DEUS TE ILUMINE NESTA HORA, DEIXO ESSA PALAVRA:

Você com certeza, já leu o versículo do Evangelho de Mateus, capítulo 11, verso de 28 a 30 que diz: "Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo e leve."

Anônimo disse...

Deputado, essa proposta de aumento para 35 anos de contribuição, é uma aberração. Se aprovado será a pior coisa que aconteceu para nossa classe nos últimos tempos, e o pior de tudo é que essa proposta vem de um deputado como o senhor que se diz classista, independente se é para quem vai entrar posteriormente, será um retrocesso sem precedentes, para toda a classe militar. O Senhor teria que ser o primeiro a brigar a nosso favor e contra essa absurda proposta, não consigo acredita que um deputado eleito pelos militares, lance uma proposta dessa magnitude lastimável, sinceramente estou decepcionado com o Senhor. E a respeito da crise no IPSM, nós não somos culpados, para pagar por ela, busquem outras maneiras de recuperar o que deixaram afundar por incompetência de administração. Nem periculosidade nos recebemos, para quererem sobrecarregar ainda mais nos braços e prejudicar a vida da família Militar.

Anônimo disse...

Acho um absurdo tal proposta. Os policiais e bombeiros arriscam sua vidas, trabalham noturno e em condições que prejudicam sua saúde diminuindo portanto a ínfima vida desses trabalhadores.
Os 30 anos de serviço é mínimo a se fazer pela a dedicação integral dos militares a serviço da sociedade. Tem-se várias formas de minimizar os gastos, uma delas é enxugar os níveis hierárquicos das instituições militares. É uma absurdo a quantidade de níveis hierárquicos. Na maioria dos países tem apenas 4 níveis. No Brasil temo Sd, Cb, 3°Sgt, 2°Sgt, 1° Sgt, Sub Ten, 2°Ten..... e lá vai porrada. Isso é realidade nas Forças Armadas e na Policia e Bombeiro não há necessidade alguma. Há uma grande conflito de afazeres com tanto nivelamento hierárquico.
Além disso, há possibilidades de contratar funcionários administrativos para por os policiais e bombeiros a serviço da sociedade e retirá-los das cadeiras dos quarteis.
Enfim, são inúmeras as possibilidades e está faltando inteligencia de nossos gestores. Temos que acabar com essa cultura ridícula.
Passem para 35 anos de contribuição e teremos a maioria do contingente desestimulado fazendo corpo mole no serviço, absenteísmo generalizado, baixas e outros inúmeros problemas.
Sabe-se que o militares não sobrevivem muito depois da aposentadoria de trinta anos e com trinta e cinco anos muitos morreram a serviço. As autoridades querem é que esses trabalhadores morram a serviço. Duvido que um militar de Sessenta e Cinco anos consiga exercer a profissão de policial e principalmente de bombeiro nas ruas. Não conseguem. Temos que contratar gente nova.
Senhores políticos, deixem sua vaidade de lado e comece a pensar. Os militares são seres humanos livres e não escravos.

Vamos senhores mudar o nosso país e para isso podemos utilizar modelos de países mais evoluídos.

Que Deus ilumine as suas decisões.

Higino Ângelo Gazel disse...

VC é um gozador,isso tudo está acontecendo devido aos reformados que de uma forma ou outra que não sabem administrar as dívidas e estão voltando são uns individualistas pois não pensam nos colegas da ativa. Que vão trabalhar em outra coisa, cadê o insalubridade,periculosidade? Não fiquem a favor do governo, acho até mais deveríamos reformar no máximo 20 anos.

Sgt Gilberto disse...

Concordo em aumentar o tempo de contribuição, pela quantidade de PM que reforma e volta, quem sabe assim acabaria com isso.

Anônimo disse...

Eu concordo com a proposta. Se vcs não concordarem com o aumento do tempo de serviço, como que vcs receberão os vencimentos de aposentadoria integral no futuro? Vai ter recur$os no limite e, quiça, até faltando para cobrir os pagamentos dos aposentados. Temos que pensar para adequar, o ideal seria, então, baixar pra 36 horas semanal, aí pouparia a energia do militar, pois imaginemos o dispêndio que é cumprir uma jornada de 8h nela incluída no mínimo 1h de intervalo de almoço/jantar. O militar fica disponível praticamente metade do dia para com o serviço, considerado esse intervalo supra mais os preparativos desde sua casa até acessar o batalhão. Por outro lado, deveria sim admitir policiais com mais de 30 anos de idade, pq certamente esse mesmo policial não precisaria ser reconvocado e onerar a folha em mais 30%, seria somente seu salário mesmo, pq iria se aposentar no tempo certo e com a renda certa de seu cargo ou posto. Se não aumentar para 35 de contribuição, vai faltar recursos no futuro. Agora, se a porta de entrada fosse somente via CFSD, a economia ao Estado seria gigantesca, pois imagina vc pagar um estudante cadete recebendo bem mais que um soldado de anos de serviço. O contrário seria recíproco, pois esse soldado que presta serviço há anos oneraria bem pouco a folha, ao ingressar no CHO, do que um civil que ingresse já como cadete. Espero que nossos deputados pensem nisso. No mais, respeito a opinião de todos os colegas

Ailton disse...

CONCORDO COM A DIMINUIÇÃO DE UM ANO, MAS O MOMENTO ATUAL É DE BUSCAR URGENTEMENTE UMA MANEIRA DE RECUPERAR AS PERDAS QUE TIVEMOS, NOSSO SALÁRIO JÁ PERDEU MAIS DE 25% DO PODER DE COMPRA, VAMOS BUSCAR AUMENTO E/OU CORREÇÃO SALARIAL, PELO AMOR DE DEUS!

Henrique Santos disse...

VAI SER APROVADO 35 ANOS CONTRIBUIÇÃO
, 65 ANOS DE IDADE PARA APOSENTAR

Henrique Santos disse...

VAI SER APROVADO 35 ANOS SERVIÇO, 65 ANOS DE IDADE PARA APOSENTAR

Henrique Santos disse...

35 ANOS DE SERVIÇO ,65 ANOS PARA APOSENTAR