O que você procura?

terça-feira, 11 de agosto de 2015

DEPUTADO CABO JÚLIO SOLICITA APURAÇÃO IMEDIATA DO ASSASSINATO DO SD CHARLES COELHO

O Deputado CABO JÚLIO solicitou nesta manhã de terça-feira (11/08) providência para atuação imediata da Força Tarefa para apuração do assassinato do Soldado Charles Coelho de Souza Júnior, lotado no 40º BPM. Ele foi encontrado morto dentro de um carro na madrugada de segunda-feira (10) em Ribeirão das Neves. O militar foi atingido por tiros na cabeça e no peito. Aparentemente, Sd Charles foi vítima de roubo seguido de morte.

O requerimento de apuração do caso foi aprovado na Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O parlamentar solicita empenho da Força Tarefa para que o caso não fique impune. "Precisamos de uma resposta rápida. Não podemos permitir que assassinatos de policiais se banalizem e fiquem impunes". 

Crime Hediondo - No dia 7 de julho, a presidenta Dilma Rousseff sancionou, sem vetos, a lei que torna crime hediondo o assassinato de policiais civis, militares, rodoviários e federais, além de integrantes das Forças Armadas, da Força Nacional de Segurança Pública e do sistema prisional, seja no exercício da função ou em decorrência do cargo ocupado. 


Aprovada pelo Congresso, em junho, a lei também estabelece o agravamento da pena quando o crime for cometido contra parentes até terceiro grau desses agentes públicos de segurança e for motivado pelo parentesco deles. Esses tipos de homicídio especificamente serão considerados qualificados, o que aumentará a pena do autor do crime.


A pena vai variar de 12 a 30 anos de prisão, maior que a pena para homicídio comum, de seis a 20 anos. Também foi aumentada em dois terços a pena para casos de lesão corporal contra esses agentes de segurança pública ou parentes deles.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

1 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom! Corremos atrás somente quando se trata de outros crimes, sobretudo, envolvendo essa sociedade ingrata, hipócrita e cretina... TEN MARCOS JACÓ, 1º BPM