O que você procura?

terça-feira, 27 de outubro de 2015

ASSALTANTE É BALEADO DE RASPÃO AO TROCAR TIROS COM A PM EM BH

Suspeito e comparsa teriam roubado vários pedestres na região norte da capital mineira 

Um assaltante foi baleado de raspão na noite de segunda-feira (26) após trocar tiros com a PM (Polícia Militar) no bairro Tupi B, na região norte de Belo Horizonte. Ele e um comparsa teriam roubado várias pessoas e acabaram detidos. 

Segundo a PM, uma denúncia sobre roubo levou os militares até a região. No local, eles depararam com os suspeitos em uma motocicleta. No entanto, ao notar a presença dos policiais, a dupla fugiu em alta velocidade e atirou contra os agentes. 

Diante da situação, os militares pediram reforço e montaram uma operação de cerco e bloqueio no bairro. A dupla foi perseguida e, durante a fuga, bateu a moto na traseira de um coletivo e continuou fugindo a pé. 

Um dos suspeitos novamente sacou uma arma e atirou na direção dos policiais, que revidaram e atingiram-no de raspão. Ele foi socorrido e encaminhado sob escolta policial ao Hospital de Pronto-Socorro João 23. 

Já o segundo rapaz foi detido algum tempo depois e levado ao Hospital Risoleta Neves com algumas escoriações. Com a dupla, a PM apreendeu uma pochete contendo vários aparelhos celulares, relógios, R$ 50 e outros materiais roubados. Após alta médica, ambos os criminosos foram levados à Central de Flagrantes da Polícia Civil.

FONTE: R7
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

1 comentários:

Anônimo disse...

O pior disso é que depois do criminoso preso, vai para um hospital para ficar em tratamento onde um PM fica na escolta, que é desumana, fica por volta de dez horas sem rendimento, sem alguém se caso necessário ir ao banheiro ou tomar água e comer nem pensar, porque muitos na instituição não preocupam com o publico interno, eu sei que o Cmt Geral tem uma nova visão que preocupa mais com os integrantes da instituição, mas a corporação é muito grande e nem metade do que a tropa sofre com policiamentos operacionais chega ao nosso Cmt, fica o desabafo de um militar calejado pelo tempo.