O que você procura?

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

SUSPEITOS SÃO BALEADOS EM TROCA DE TIROS EM QUARTEL NA CIDADE DE POMPÉU

POMEU24012Uma vizinha de um quartel da Polícia Militar (PM) em Pompéu, na região Central do Estado, acabou baleada depois que três homens atiraram contra a corporação por estarem revoltados com a prisão do irmão de um deles, suspeito de envolvimento em um roubo, na tarde deste domingo (24). A mulher, que não teve a idade divulgada, foi atingida no braço e não corre risco de morrer. Além dela, dois dos suspeitos também acabaram baleados. 

De acordo com os militares da 7ª Companhia Independente da PM, mais cedo houve um assalto em uma padaria da cidade, sendo que os policiais conseguiram prender dois suspeitos e os conduziram para o quartel, saindo novamente para tentar localizar os demais envolvidos no crime. Antes de retornarem, entretanto, três suspeitos chegaram armados em um Ford Corcel II ao local, na rua Tabelião João Rocha, no bairro Santo Antônio. 

Um dos homens desceu, chamou pelo nome do militar que efetuou a prisão da dupla envolvida no assalto e efetuou diversos disparos, que atingiram a fachada do prédio e uma viatura que estava estacionada no local. Ao perceberam a situação, o rádio operador e outros dois policiais da unidade de Meio Ambiente que estavam no quartel revidaram, atingindo dois dos homens e a mulher, que passava no momento da confusão e acabou baleada em um dos braços.

Um dos homens, que ainda não teve a identidade divulgada, foi ferido mais gravemente e foi preso instantes após o ocorrido, sendo levado para o Hospital da cidade e transferido mais tarde para outra unidade da região, não precisada pela PM. O outro acusado, atingido na perna, fugiu com o comparsa para um matagal depois de se acidentarem com o carro.

A dupla se entregou após horas de negociação, inclusive com a ajuda do irmão de um deles preso pelo roubo. Eles entregaram também a arma calibre 20 usada na ação. A vizinha ferida foi socorrida para o hospital da cidade, porém, por ter sofrido uma fratura exposta, acabou transferida para uma unidade especializada. Os outros dois feridos ficaram internados sob escola policial. 

Susto

De acordo com vizinhos, que pediram para não serem identificados, pois estão apavorados com o ocorrido, um homem chegou na sede do batalhão e ameaçou um policial. "Eu estava no meu quarto, com a minha irmã e o meu sobrinho quando ouvimos gritos. Logo em seguida, ouvimos um tiro. Depois disso, foram vários disparos, gente gritando e correndo com medo, pois a rua estava cheia de criança".

FONTE: O TEMPO
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: