O que você procura?

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

POLÍCIA CIVIL FAZ MAIOR APREENSÃO DE DROGAS DESTE ANO EM BH

Apreende 771 kg de drogas em BH Maior parte dos 771 kg de maconha estavam em um ferro-velho do bairro Maria Goretti, um homem foi preso

Exatos 771 Kg de maconha deixaram de ser comercializados nas bocas de fumo de Belo Horizonte, conforme informou a Polícia Civil. Considerada pelo Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc) a maior apreensão da droga na cidade este ano, a grande quantidade do entorpecente foi encontrada em um ferro-velho, no bairro Maria Goretti, na região Nordeste, no dia 15 de julho. Um homem foi preso.

Avaliada em R$500 mil, a mercadoria, vinda do Mato Grosso, foi encontrada com Péricles Gomes Ribeiro, vulgo “Gugu. Ribeiro é apontado pelos investigadores como um dos principais fornecedores de maconha da capital. “As investigações começaram há três meses com informações de que havia um grande fornecedor de drogas no bairro Maria Goretti. Tínhamos apenas o apelido dele, e partir daí começamos as investigações”, explicou o delegado Kleyverson Rezende, ontem.

apreensão maconhaPreso em flagrante, Ribeiro não ofereceu resistência à prisão. Segundo o delegado, ele disse ser o dono da droga, que seria distribuída entre vários entre traficantes da cidade. Além da maconha, os investigadores apreenderam uma balança de precisão, uma balança eletrônica com capacidade para meia tonelada e um veículo Fiat Fiorino, de cor branca.

“As investigações continuam, porque ele não quis falar para quem ele fornecia a droga e nem quem era o fornecedor dele”, completou o delegado.

Consórcio

Para o delegado, traficantes da capital estão formando consórcios para trazer drogas em maior quantidade para a Belo Horizonte. “Pelas operações que já realizamos em combate ao narcotráfico, percebemos que grandes cargas estão chegando ao Estado. Às vezes, chega 1 tonelada em um dia e no outro a droga já foi toda distribuída. Existe uma espécie de consórcio entre os traficantes para trazer essas grandes quantidades e distribuir rapidamente”, detalhou o delegado. “Com certeza tem mais pessoas envolvidas e, por isso, as investigações continuam”, finalizou Rezende.

Denarc

O Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc) também apresentou, ontem, os resultados da Operação Gaia, de combate ao tráfico de drogas na Vila Marimbondo, em Contagem, na região metropolitana da capital. Durante a ação, que durou cerca de três meses, 26 pessoas foram indiciadas. Desse total, 11 já foram presas e as outras 15 estão foragidas. Ao longo das diligências, a corporação identificou pelo menos 50 homicídios ocorridos na comunidade associados à quadrilha. Um dos líderes do grupo, Fábio Junio de Almeida, de 27 anos, já está preso.

Com os 11 suspeitos foram apreendidos 2.475 micro pontos de LSD – avaliados em R$70 mil – 2kg de crack, 500g de maconha, um quilo de cocaína, uma pistola semiautomática 9.9mm e uma .380, além de três carros de luxo, uma moto e R$22.800 mil.

FONTE:O TEMPO
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: