O que você procura?

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

QUADRINHA ESPECIALIZADA EM SEQUESTRO-RELÂMPAGO É PRESA NA GRANDE BH

Divulgação / Polícia Civil A Policia Civil identificou que o grupo criminoso roubava os carros das vítimas para, entre outros crimes, realizar desmanche e clonagem

Sete integrantes de uma quadrilha especializada em sequestro-relâmpago seguido de roubos de veículos na região metropolitana de Belo Horizonte, foram presos pela Polícia Civil e apresentados nesta quarta-feira (28). 

A quadrilha é suspeita de cerca de dez roubos nos últimos 15 dias. As investigações apontam que os veículos roubados eram utilizados para diversas finalidades, entre outros crimes, para desmanche e clonagem. 

A organização foi desmantelada após dois meses de investigação da Polícia Civil, coordenada pelo delegado Enrique Rocha Solla. Na última quinta-feira (22), os policiais surpreenderam quatro integrantes da quadrilha após o roubo de um carro. 

Durante a ação, os suspeitos prenderam os donos do veículo dentro do baú de um caminhão, próximo ao Ceasa, em Contagem. Os policiais tentaram abordar os suspeitos, mas foram recebidos com tiros. 

Os policiais revidaram e um dos suspeitos identificado como A.R.F.S, de 33 anos, acabou baleado e morto. Durante a troca de tiros, um criminoso identificado como C.T.C, de 32 anos, acabou preso e outros dois suspeitos conseguiram fugir. 

As vítimas foram libertadas, o carro delas e seus pertences recuperados. A arma usada pelos criminosos, um revólver calibre 38, também foi apreendido. 

Na mesma noite, durante rastreamento, os policiais encontraram na casa de C.T.C., localizada em Betim, na Grande BH, um grande arsenal de armas. Um adolescente, A.A.G, de 40 anos, C.R.M.L, de 20, e J.A.R.C, de 53, que estavam na residência e guardavam o armamento para o grupo acabaram presos.

No local, foram apreendidos rádios sintonizados na frequência da Polícia Militar, dois carros clonados, um revólver calibre 38, um revólver calibre 32, uma pistola argentina Bersa calibre 9mm com dois carregadores com capacidade para 15 e 30 munições, cerca de 400 buchas de maconha e 50 pedras de crack.

Após 36 horas de operação, a ação policial terminou em Ibirité, também na região metropolitana de Belo Horizonte, quando mais dois componentes da quadrilha foram presos. Com B.ER, de 29, e M.F.S, de 58, foram encontrados um carro roubado, uma motocicleta, uma pistola Colt calibre .45 e uma pistola calibre 12, e porção de cocaína. 

Os suspeitos devem responder por associação criminosa, roubos, sequestro, tráfico de drogas e porte ilegal de armas de fogo. 

FONTE: O TEMPO
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: