O que você procura?

domingo, 19 de março de 2017

CAÇADA A ASSASSINOS DE POLICIAL TERMINA EM TROCA DE TIROS NO PINDORAMA

- FACTUAL - BELO HORIZONTE - MG .
OPERACAO DA PM PARA ACHAR OS SUPEITOS DA MORTE DO POLICIAL AGENOR FERNANDES . ELE FOI EXECUTADO NO BAIRRO NOVO PROGRESSO .
 
NA FOTO : OPERACAO DA PM
 FOTO Fred Magno / O Tempo 18032017Reportagem de O TEMPO foi surpreendida por tiroteio durante incursão em prédio que terminou com a prisão de um homem; as informações iniciais dão conta que pelo menos dois suspeitos já foram presos

Moradores do bairro Pindorama, na região Noroeste de Belo Horizonte, foram surpreendidos na manhã desde sábado (18) com uma verdadeira caçada praticada por dezenas de policiais aos suspeitos de matar o cabo Agenor Fernandes, de 37 anos, morto durante madrugada. Houve troca de tiros e até o helicóptero da Polícia Militar (PM) ajudou nas buscas.

A polícia está atrás de quatro suspeitos pela morte do PM. As informações iniciais dão conta que pelo menos dois suspeitos já foram presos. A reportagem de O TEMPO acompanhou parte da operação desencadeada nesta manhã pelos policiais, sendo surpreendida pelo tiroteio durante a incursão em um prédio na rua Almada. 

- FACTUAL - BELO HORIZONTE - MG .
OPERACAO DA PM PARA ACHAR OS SUPEITOS DA MORTE DO POLICIAL AGENOR FERNANDES . ELE FOI EXECUTADO NO BAIRRO NOVO PROGRESSO .
 
NA FOTO : OPERACAO DA PM
 FOTO Fred Magno / O Tempo 18032017O suspeito percebeu a movimentação policial e saiu pulando telhados, chegando a entrar no quintal de vizinhos. Ele acabou preso duas ruas abaixo pelos militares e levado para sede do 34º Batalhão da PM. 

Ao menos 20 viaturas participam da ação, incluindo o Batalhão de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam). O sargento Murta, do 34º Batalhão, informou que uma das suspeitas é de latrocinio. Fernandes estaria trabalhando como Uber no momento do crime.

Ainda segundo Murta, os suspeitos teriam praticado um assalto no bairro Serrano antes do crime. "Não sabemos ainda o que aconteceu, as informações estão desencontradas. Mas a princípio o grupo teria pegado o Uber. Pode ser que tenham matado o motorista ao saber que ele era policial", disse.

O sargento disse que o celular do PM foi achado dentro do tubo de descarga do banheiro de um dos suspeitos. As buscas pelos outros suspeitos do homicídio continuam no bairro.

O crime

O cabo de 37 anos, que é lotado no 13º Batalhão da PM e estaria de folga e a paisana, foi encontrado já sem vida na rua Alvimar Carneiro, no bairro Novo Progresso, em Contagem, na região metropolitana de BH. 

A arma do policial estava em sua cintura e uma quantia em dinheiro no bolso de sua calça. Uma testemunha afirmou que, após os disparos, ouviu o som de pneus cantando, mas não avistou ninguém no local quando saiu. 

- FACTUAL - BELO HORIZONTE - MG .
OPERACAO DA PM PARA ACHAR OS SUPEITOS DA MORTE DO POLICIAL AGENOR FERNANDES . ELE FOI EXECUTADO NO BAIRRO NOVO PROGRESSO .
 
NA FOTO : OPERACAO DA PM
 FOTO Fred Magno / O Tempo 18032017O carro do militar, um Toyota Etios preto, teria sido levado pelos criminosos. Não há mais detalhes no momento, uma vez que os militares estão empenhados nas buscas pelos suspeitos e a ocorrência ainda não foi registrada. A perícia da Polícia Civil (PC) foi acionada.

Segundo informações repassadas ao jornal O TEMPO por motoristas do aplicativo de caronas pagas Uber, o cabo assassinado atuava como motorista nas horas vagas e estaria atendendo uma corrida na hora em que foi morto. "Chamaram pelo aplicativo e meteram a fita quando chegou. Aqui está parecendo exército, de tanto policial na rua. Tem o Bope, policiais camuflados", contou.

Por meio de nota, a Uber informou que a empresa está devastada pela perda de um dos seus parceiros, e que os sentimentos estão com a família e os amigos da vítima. Além disso, a Uber afirmou que vai trabalhar com as autoridades para ajudar nas investigações de qualquer forma possível. 

FONTE: O TEMPO
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: