O que você procura?

segunda-feira, 22 de maio de 2017

SERVIÇÃO PC: "HOMEM ARANHA" QUE ESCALAVA PRÉDIOS DA ZONA SUL PARA FURTAR É PRESO

Uarlen Valério / O TEMPO Suspeito praticava os crimes sempre durante a madrugada, quando os moradores estavam dormindo; com duas condenações por furto, agora ele irá responder pelo mesmo crime

O criminoso que escalava a parte externa dos prédios da região Sul da capital mineira para praticar furtos foi detido pela Polícia Civil e apresentado nesta segunda-feira (22). Apelidado de "Homem Aranha", o suspeito foi detido preventivamente em casa no Morro do Papagaio, na região Centro-Sul, na última quarta-feira (17). Agora, ele será encaminhado ao sistema prisional e permanecerá a disposição da Justiça.

As investigações coordenados delegados Arlen Bahia e Cláudia da Proença Marra apontam que o suspeito identificado como M.A.F.S, de 38 anos, cometeu ao menos cinco furtos em dois meses na região. Os crimes ocorreram entre os dias 13 e 15 de maio em apartamentos localizados em prédios dos bairros Sion, Carmo e Cruzeiro.

Com a ajuda de câmeras de segurança de imóveis vizinhos aos alvos do suspeito, a Polícia Civil conseguiu identificar que o criminoso aproveitava a madrugada, quando os moradores estavam dormindo, para escalava a parte externa do prédio e entrava pela janela, que estava aberta.

Já no interior do imóvel, ele furtava o que achava interessante e saia pela porta, que em alguns casos chegou a ser arrombada e em outros foi aberta com as chaves do próprio morador, encontrada pelo criminoso. 

Três desses furtos, ocorreram na Semana Santa, quando o suspeito chegou a levar uma jaqueta escura de um dos apartamentos. A blusa de frio chegou a ser usada pelo bandido na prática de outros dois furtos realizados posteriormente.

Em um desses casos, o "Homem Aranha" chegou a levar ainda um veículo de passeio da Honda. Assim como o carro, os outros objetos furtados não foram encontrados. O único material do furto que a polícia conseguiu localizar com o suspeito foi um celular.

Ousadia. Em um desses casos, segundo explicou a Polícia Civil, um morador chegou a encontrar o criminoso dentro do apartamento. Ao ser surpreendido, o bandido alegou ter errado de apartamento e deixou o local as presas. Na ocasião, o dono do imóvel acionou a polícia, mas o suspeito não havia sido encontrado.

Prisão. Condenado duas vezes por furto, o suspeito deve responder mais uma vez pelo mesmo crime. Caso condenado novamente, ele pode pegar de um a quatro anos de reclusão, e pode ser multado. Como os crimes ocorreram sempre durante a madrugada, o processo pode ter um agravante e a pena pode aumentar em um terço.

Defesa. Em conversa com a reportagem, o homem disse estar arrependido dos crimes. Ele ainda alegou que mora com a mãe no Morro do Papagaio, onde a ajuda em seu bar. Porém, ele estaria passando dificuldades "para comprar as coisas para ele e para a filha de 10 anos".

O suspeito ainda atribuiu a falta de oportunidade profissional as passagens que teve pelo sistema prisional, dizendo que os empresários não dão chances a ex presidiários. 

FONTE: O TEMPO

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: