O que você procura?

quarta-feira, 14 de junho de 2017

SUSPEITOS DE ASSALTO EM MINAS PARTICIPAM DE MEGA ROUBO NO PARAGUAI

Polícia apresenta suspeitos de roubo de R$ 8 milhões em juiz de ForaEles foram detidos em Contagem, na região metropolitana da capital, e teriam sequestrado o enteado da transportadora de valores, em Belo Horizonte, enquanto o sequestro e roubo aconteciam na Zona da Mata

Pelo menos 30 pessoas estiveram envolvidas no roubo de cerca de R$ 8 milhões dos cofres da Brinks, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, no início deste mês. Nesta terça-feira (13), a Polícia Civil apresentou os dois primeiros suspeitos presos em decorrência das investigações do roubo. Eles foram detidos em Contagem, na região metropolitana da capital, e teriam sequestrado o enteado da transportadora de valores, em Belo Horizonte, enquanto o sequestro e roubo aconteciam na Zona da Mata.

Polícia apresenta suspeitos de roubo de R$ 8 milhões em juiz de ForaPor acreditar que a quadrilha seja suspeita de crimes em diversas partes do país, as investigações estão sendo feitas pelos policiais do Departamento Estadual de Operações Especiais (Deoesp) da Polícia Civil mineira, em conjunto com investigadores do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) da Polícia Civil paulista. Os dois homens apresentados ontem, que não quiseram conversar com a imprensa, foram presos em um imóvel no bairro Alvorada, em Contagem, no último dia (9).

Segundo o delegado Felipe Freitas, do Deoesp, com os suspeitos foram recuperados cerca de R$ 120 mil em moeda nacional, além de pequenos montantes de moedas de pelo menos outros oito países. "Na verdade, o total do dinheiro furtado, que foi cerca de R$ 8 milhões, foi repartido entre os diversos membros da quadrilha, em uma divisão desigual e hierárquica. Por isso, eles estavam com este pequeno valor. Com eles também apreendemos armas, munições e material usado para os roubos milionários", explicou o delegado.

Além de crimes no Piauí, Maranhão, Minas Gerais e São Paulo, a quadrilha é suspeita de envolvimento no grande roubo ocorrido no último dia 24 de abril, quando foram furtados mais de R$ 100 milhões de uma transportadora de valores do Paraguai.

FONTE: O TEMPO
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: