O que você procura?

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

A POLÍCIA MILITAR E O NOVO CONCURSO PÚBLICO


Hoje o Comandante Geral da PM (26/02), Coronel Bianchini anunciou que o Governador Fernando Pimentel autorizou a abertura de concurso público para novos três mil soldados para este ano, e nove mil nos próximos três anos. Um dos maiores concursos da Policia Militar.

Muitos militares desejam ser transferidos para perto de suas famílias e não conseguem por causa de uma única justificativa: “não posso te liberar porque não há efetivo”. Muitos militares não conseguem ter uma escala de folga decente por causa da “falta de efetivo”. Só em 2015 devemos perder mais de 1200 militares que irão para reserva o que piorará ainda mais a falta de efetivo.

A noticia de hoje deve ser comemorada, pois trará alivio na carga de trabalho de nossos colegas. Em alguns destacamentos alguns colegas chegam a trabalhar 16 horas por dia e na folga não conseguem sequer sair da cidade pois esta ficaria sem ninguém por falta de efetivo.

Acontece que alguns poucos colegas desprezam esta grande conquista e ao invés de comemorar querem polemizar o fato de que metade deste concurso tende a ter exigência de nível médio e metade de curso superior.

Na afã de reclamar esquecem que existe uma legislação em vigor que DETERMINA que a partir de agosto TODOS os concursos para PM DEVEM exigir curso superior. Segundo o texto da lei, nesta data todos os concurso públicos na PM devem exigir terceiro grau para seu ingresso. 

Logo, o edital que sair até agosto poderá ainda exigir curso médio (2º grau), depois de agosto conforme exigência da lei obrigatoriamente exigirá nível superior. Obviamente deverão 3 mil policiais divididos em dois concursos.

Ademais, na Polícia Civil, esta exigência já existe há anos. E uma das reivindicações da co-irmã, de ganhar melhor que a Polícia Militar, é exatamente de que na PM, o concurso de ingresso é de nível médio (2º grau) e na Polícia Civil o concurso é de nível superior (3º grau).

Não custa pensar então que a PM tem duas opções, ou exige imediatamente curso superior para todos as 3 mil vagas, ou tenta ainda um ultimo concurso exigindo curso médio.

O que muda para nós que já estamos na caserna? Absolutamente nada. Mesmo que existam colegas na ativa que ainda não tem ensino médio. Eu digo o que muda. Quanto mais alto for o nível de escolaridade exigido mais podemos exigir como remuneração.  

Em uma época de crise, de falta de dinheiro em muitas áreas, uma conquista dessa devia ser amplamente comemorada. Muitos colegas estão adoecendo por excesso de trabalho.

Ainda, essa regra só se aplica a quem vai entrar na PM, e não a quem já está nela. Quem deseja fazer parte de nossa corporação deve atender os pré-requisitos do edital.

Esquecem ainda que muita gente tem usado a PM como trampolim, entram, com segundo grau, se formam e vão embora para outras carreiras. Com a exigência do curso superior isso acaba.

A ideia de ter a metade deste número com exigência do curso médio era justamente agilizar o concurso, talvez dividindo-o em dois concursos, um até agosto com a exigência do curso médio e outro depois de agosto com exigência do curso superior, para agilizar a solução da falta de efetivo e diminuir o nosso sofrimento.

Em breve esperamos também o anúncio de 800 vagas para o Corpo e Bombeiros.

Os nossos parabéns ao Comandante Geral pela luta e nosso agradecimento ao Governador pela autorização. Nossa classe agradece.

Deputado CABO JÚLIO
Vice-Líder do Governo
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

32 comentários:

Marcos Vinicius de castro disse...

800 Vagas para os Bombeiros? Deus seja Louvado. Obrigado Deputado Cabo Julio pelo apoio aos interesses da Classe.

Anônimo disse...

Bom dia,gostaria de saber se a idade também será alterada no concurso de nível superior,como foi o do concurso da polícia civil?Desde já agradecido.

Bruno Medeiros disse...

Oportunidade unica . PM sonho mais perto a cada dia !

Anônimo disse...

Quem é do interior pode prestar para a capital?

Anônimo disse...

O concurso já irá começar errado, ou é curso superior ou não, pois do jeito que será feito será uma enxurrada de ações judiciais em desfavor do Estado, pois tal diferenciação entre candidatos do interior e da capital, ferem o princípio da isonomia, o qual se encontra explicito na CF/88..

Anônimo disse...

Prezado Cabo,o Sr acha que se a nivel medio falta efetivo,passando a nivel superior vai melhorar,obviamente nao minimizando a Instituiçao PMMG,quem tiver curso superior,quer seguir carreira na area de formaçao..acho meio utopico exigir 3 grau para soldado..oficial o assunto ja e outro.

Lucas Silva disse...

Muito bom, alias ótimo o trabalho do Comandante Geral Marco Antônio Badaró Bianchini, bem como o do Governador Fernando Pimentel, e destaco a atuação do Deputado Cabo Júlio um dos melhores se não o melhor Parlamentar do Brasil, seus atos falam mais auto que qualquer elogio. “O povo mineira clama por mais policiamento nas ruas, segurança para todos e oportunidade para muitos que sonham com a carreira Policial Militar. “

Anônimo disse...

deveria continuar concursos da PM com ensino médio por quer tem pessoas quer querem ser PM e seguir carreira como eu e não tem uma boa condição financeira boa e o curso pedindo apenas o ensino médio era a unica chance e agora pedindo o ensino superior esse pessoas nunca vão ver seu sonho realizado por não ter condições

Kaio Nascimento disse...

Não sei se entendi bem. Mas, após algumas pesquisas na web, pude notar que o concurso será divido em dois. Primeiro, até o mês de agosto, serão disponibilizadas 1500 vagas de nível médio para suprir a imensa falta que temos na capital. Após passar agosto, lembrando que 05/08/15 é o prazo máximo para vigorar a nova lei que exige nível superior para o cargo de soldado da PMMG, será lançado um novo edital para o cargo de soldado, que exigirá nível superior e que suprirá a falta no interior. Lembrando que serão 9.000 vagas divididas em 3 anos, então as vagas de 2016, 2017 serão de nível superior.

Anônimo disse...

Quando se posta um comentário acerca de tal situação não e reclamação nem que sejamos do contra, mas sim um situação lógica, acerca de uma situação de legalidade.

Anônimo disse...

Bem aia situaçao já muda figura, pois se até agosto exigir-se o segundo grau correto. Depois de agosto outro edital, correto. As observações foram realizadas a princípio sob a ótica de que seria realizadoconcurso simultâneo, ai sim seria inconstitucional. Na primeira explanação do blog não houve tal explicação;

SD Costa PMES disse...

Vou dar minha opnião:
Pense comigo se a maioria dos que estão na PM hoje estão fazendo curso superior para cair fora,quem tem curso superior vai querer ingressar na PM? O CFO ta aí pra provar que esse negócio de exigir curso superior para ingressar na PM é uma palhaçada a grande maioria dos que ingressam no CFO hoje são praças que já estão na ativa há anos e só uma pequena minoria são civis.Então esse é o meu modo de pensar se quase ninguém com formação acadêmica quer ingressar no CFO vai querer ingressar no CFSD? A minha opnião é a seguinte dúvido.Provavelmente a falta de efetivo vai ser um problema cada vez maior no estado de Minas Gerais.Vou deixar claro que sou mineiro fui PM em Minas por 3 anos e hoje estou na PM do Espírito Santo há 2 anos e vou dizer aqui no batalhão onde trabalho não falta efetivo,pelo contrário até sobra porquê o governo aqui realmente investe na segurança,mas em Minas Gerais pelo jeito a falta de efetivo daqui pra frente vai ser um problema cada vez maior.

Anônimo disse...

No site da PM não cita nada sobre essa medida de superior pra interior e médio pra capital,mas se for verídico isso tinha que ser postado no site da assembleia ou da pm, então emitir alguma nota oficial e não por blog ou facebook.

Anônimo disse...

Sr. Deputado sou da classe militar e já estou caminhado para 1/3 da minha carreira. Quando vejo o senhor comentar que pessoas usam a carreira militar como trampolim, pois entra com 2º grau faz curso superior e vai embora. Tenho certeza que essa evasão não é tão grande quando realmente seria se os militares não tivessem que dedicar tanto tempo ao trabalho, além do previsto, pois mesmo com a árdua conquista da carga horaria, os nossos gerentes não cumpre com o previsto, no interior continuou o que era ante e até pior, pois quando nos estamos devendo hora, eles sempre nos cobram para trabalhar e quando eles nos devem e vamos cobrar é uma dificuldade imensa e na maioria da vezes não conseguimos a folga e estão usando o desculpa que prescreveu a horas, não sei onde esta isso na legislação de prescrição.
Então, nobre representante, são por essas e por outras arbitrariedades que há evasão, pois como própria pesquisa do Senasp mostrou a maioria da tropa esta insatisfeita, isso posso dizer que pelo menos em Minas não é por conta de salario, pois acho que eu ganho bem, más sim pela péssima gestão dos oficiais intermediários e superiores que só prejudica os militares, causando cada vez mais vontade de sair. O que precisamos também é de melhores condições de trabalho e que nossos direitos sejam garantidos e respeitados, sem que sejamos perseguidos ao exigi-los.
Atenciosamente um militar da 12ª região

Anônimo disse...

Amigo se o senhor não sabe boa parte dos outros estados exigem nível superior para soldados já a algum tempo como DF.GO.TO dentr outros

Anônimo disse...

Acho Louvável exigir curso de nível superior para ingressar na pmmg, pois, está à altura do que a Instituição representa hoje para a sociedade mineira

Anônimo disse...

Pois acho que Oficiais tem ser graduados em direito mesmo (tem que ter formação jurídica) e já passou da hora de exigir 3º grau para Soldado, pois é asim que seremos valorizados.

Valdelaine Baracho disse...

Absurdo total saiu um edital antes de agosto para a capital nivel de escolaridade medio e agora sai outro edital para nivel superior nao acredito estava esperando para fazer agora para o interior e vem essa noticia. Pensem comigo mesmo salario,mesmos direitos e beneficios entao pq nivel de escolaridade diferente! ACABOU COM O MEU SONHO DE ENTRAR PARA A PMG!!!

Ismael Barbosa disse...

Se essa medida for tomada... nenhuma pessoa que possua curso superior, irá fazer prova pra ser apenas um soldado!
CONCLUSÃO: Irá cada vez mais diminuir o números de policiais em nossas cidades.

Anônimo disse...

N gostei pq quem e graduado e ja fez faculdade nunca fara concurso para pmmg ainda mais com esse salario logicamente eles tentara ingressa na civil ou federal... essa palhaça n vai pra frente n

Anônimo disse...

NOSSA,QUEM COM NIVEL SUPERIOR IRÁ QUERER ENTRAR EN VIELAS DE FAVELAS OU FICAR PULANDO MUROS COM ESSA REMUNERAÇÃO E COM O MESMO BENEFICIO E UMA PENA ACABOU COM O MEU SONHO E DE MUITOS PARA INGRESSAR NA PM, AINDA LEMBRANDO QUE VAZOU NAS REDES SOCIAIS QUE O CONCURSO PARA A CAPITAL FOI UMA BAGUNÇA TOTAL.

Anônimo disse...

MEU QUANTOS ABSURDOS VEJO,COM ESTA MUDANÇA PARA ENSINO SUPERIOR SO PIORA,QUANTAS MILHARES DE PESSOAS GOSTARIA DE FAZER PARTE DA PM,E NAO TEM SUPERIOR. E LAMENTAVEL ESTA SITUAÇAO. E POR ESSES MOTIVOS E OUTROS QUE O BRASIL NAO ANDA PRA FRENTE. NA MINHA OPINIAO TODOS OS CONCURSOS PUBLICOS DEVERIA TER UMA DIVISAO DE PORCENTO DE VAGAS NAO EXIGIR SOMENTE UM LADO. E O OUTRO FICAR DE FORA.

Anônimo disse...

Alguns deveria consultar a net etiqueta, pois escrever em caixa alta e falta de educação.

Fran disse...

Acho plausível a iniciativa! Acredito que precisamos de pessoas mais bem instruídas para lidar com os conflitos diários da população. Precisamos de pessoas q tenham conhecimento suficiente para lidar com as situações de maneira humana, para que muitos descasos e atrocidades deixem de acontecer. Bem como, ter as noções de direitos variados exigidos no edital.
Eu me formo em julho de 2016, e fiz a inscrição... o nível superior não é garantia de trabalho... algumas áreas estão escassas de oportunidades, o que leva aos graduados a buscar outras perspectivas e oportunidades!!

David Geovane disse...

discordo totalmente desta
legislação! ñ acredito em pessoas bem instruídas, acredito em pessoas treinadas e a pm dar treinamento necessário, se essa legislação acontecer so vai afetar as pessoas menos favorecidas, como, de quem depende do ensino público e sofre com as frequentes greves do ensino fundamental,médio e superior. vale ressaltar, que com a decorrência das greves, atrasar bastante, ñ só o ensino mas, a vida de quem depende do ensino público. Por exemplo: só pode fazer a provar quem é menor de 30 anos, essa legislação ñ modificou essa perspectiva de idade, quem sempre dependeu do ensino público termina em média o ensino superior entre 24 á 26 anos, isto sem reprovar um ano se quer, o concurso da pm acontece aproximadamente a cada 4 anos, isto vai depender muito do estado, e para oficial de bombeiro(pm), ñ sejo nenhuma perceptiva de concurso, no meu estado Alagoas o último concurso que teve para oficial de bombeiro foi em 2006, quase a uma década atras. o ensino superior é uma escolha a parte,"não é garantia de trabalho", ñ tirava do individuo a chance de participar do concurso da pm, a único beneficio q vejo nesta legislação é aumenta a desigualdade, elitizar a pm e diminuir a concorrência no concurso. o individuo apenas tem um treinamento necessário pq instrução acaba quando vc tenta salvar uma vida e não pode fazer nada para evitar, só o policial que independente do ensino sabe o quanto a vida de policial é impactante psicologicamente, pq o ensino medio ou superior ñ diminui o impactos psicológicos.

EuMesmo disse...

Somos dois então colega, e garanto que tem mais gente nessa...

Gleison - Calpan disse...

Ola gostaria de saber se posso fazer o curso da pm, mas não tenho o segundo grau completo parei no 3 ano... tenho 22 anos... sera que posso fazer ?

Anônimo disse...

Se for pra exigir o ensino superior,meu sonho vai ser destruido,quero muito entrar na pm,deviam agradecer,por pessoas ainda quererem ser pm,ate porque ninguem estar querendo arriscar suas vidas nessa profissao,se continuar assim nao vai haver mais policía,e entao a violencia e o roubo vai aumentar cada vez mais,se com pm nas ruas ta difícil..imagina se mais ninguem interesar...fica difícil,espero q este ano nao seja diferente,que exija somente o ensino medio.

Anônimo disse...

Precisa se de mais pessoas q interessem por essa profissao que tanto admiro.Na minha opiniao devem sim aumentar o números de vagas e continuar exigindo somente o ensino medio.Ate porque esta ficando cada vez mais raro as pessoas optarem por esas profissao tao perigosa.Obg!

jeomotos mota disse...

Olá,o próximo concurso da pmmg vai sair ensino médio?? Se deus quiser que sai pra nível médio, nós estamos aptos pra trabalhar na Polícia de minas gerais com dedicação e respeito ao próximo, mas se for com ensino superior já ficou difil, uma pq não tenho é nem tenho condição de fazer e outra vai faltar efetivo no estado logo logo, vamos rezar pra sair ensino médio o próximo concurso da pmmg, e eu já estou estudado pra nível médio pra mim se torna soldado dessa grande instituição da pmmg!!!

toninho disse...

A polícia civil exige nível superior há muito tempo mas ela não tem a palhaçada da polícia militar em estipular limites de idade. Que segundo a constituição bosta do nosso país seria inconstitucional. Pronto falei.....

toninho disse...

A polícia civil exige nível superior há muito tempo mas ela não tem a palhaçada da polícia militar em estipular limites de idade. Que segundo a constituição bosta do nosso país seria inconstitucional. Pronto falei.....