O que você procura?

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

ESTADO RECEBE DOAÇÃO DE TERRENO PARA FUTURAS INSTALAÇÕES DA APM


O lote de 1,1 milhão de metros quadrados cedido pela Prefeitura de Vespasiano ajudará no treinamento de policiais militares

Governador Pimentel recebeu o prefeito de Vespasiano, Carlos Murta, que oficializou a doação do terreno

A Prefeitura de Vespasiano oficializou, nesta terça-feira (18/8), a doação de um terreno de 1,1 milhão de metros quadrados, onde serão construídas as futuras instalações da Academia de Polícia Militar de Minas Gerais. Durante reunião na Cidade Administrativa, o prefeito Carlos Murta entregou a escritura do lote ao governador Fernando Pimentel.

O terreno, uma antiga fazenda avaliada em R$ 50 milhões, está localizado a cerca de dois quilômetros da Cidade Administrativa. Pimentel agradeceu a parceria e a oportunidade de contar com a Prefeitura de Vespasiano nesse tipo de iniciativa.

Segundo o comandante geral da Policia Militar, coronel Marco Antônio Badaró Bianchini, agora, já em posse do terreno, será possível iniciar o trabalho de engenharia, preparando o espaço para o início das obras. “A academia do Prado já não consegue mais nos atender em sua plenitude. Às vezes, precisamos descentralizar alguns cursos de formação, pois a academia não comporta. Nesse terreno vamos construir instalações que comportem toda a nossa necessidade de formação de policias militares”, ressaltou Bianchini.

De acordo com o chefe do Gabinete Militar do governador, coronel Helbert Figueiró, com as novas instalações será possível melhorar a formação dos policiais, garantindo uma melhor infraestrutura. “É um terreno bem maior do que o que temos hoje no Prado. Nosso plano é que as obras possam começar em breve”, completou.

Na avaliação do prefeito de Vespasiano, Carlos Murta, o município tem interesse em ampliar a segurança pública no Estado e a construção de um novo centro de formação de policiais vai auxiliar o Governo de Minas Gerais neste processo. “Vespasiano está contribuindo de forma significativa com a segurança. A polícia estará mais apta a proteger a população e toda a Região Metropolitana se sentirá mais amparada”, avaliou.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: