O que você procura?

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

CONVOCAÇÃO: EXCEDENTES DO CFO BM SOLICITAM APOIO AO DEPUTADO CABO JÚLIO

Os excedentes do Curso de Formação de Oficiais (CFO-BM/2016) do Corpo de Bombeiros Militar visitaram o gabinete do Deputado CABO JÚLIO na tarde desta quinta-feira (22/10). Os militares buscam apoio do parlamentar no sentido de que ele interceda junto ao Governo e ao Comando pela convocação dos excedentes. O curso terá início em fevereiro de 2016. O resultado final da 3ª fase saiu na última quarta-feira (20/10). Foram 27 vagas.

CABO JÚLIO adiantou que eles podem contar com o apoio do Comandante-Geral, que por sua vez, sinalizou positivamente quanto à convocação. Mas, há ainda, a necessidade de mostrar à Secretaria de Estado e Planejamento e Gestão (Seplag) que o impacto financeiro será pequeno, uma vez que, trata-se de apenas 12 candidatos excedentes. O parlamentar lembrou ainda da importância do aumento do efetivo na corporação, considerando o trabalho intenso dos bombeiros nos últimos meses no combate aos incêndios em toda Região Metropolitana da capital. O Deputado sinalizou ainda que a decisão final é do Governador e que ele aguarda um parecer do chefe do executivo.

"Vamos mostrar a necessidade de convocação dos excedentes do CFO e o impacto financeiro mínimo para o Estado. Mas é preciso continuar insistindo e lutando. Até o final da próxima semana, teremos um direcionamento oficial", afirmou.

Os excedentes do CFO BM, Gabriel Cota, Alisson Nepomuceno, Iancor de Andrade, Gustavo Massula, Júlio Emílio e Rafael Stefenoni entre o Deputado CABO JÚLIO, na tarde desta quinta-feira (22/10). Eles solicitam apoio do parlamentar quanto a convocação para o Curso de Formação.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

5 comentários:

Anônimo disse...

Concerteza o sr vai ajudar né, afinal nao tem contatados ai não tem o voto de cabresto como tem no sistema prisional ne!

Anônimo disse...

17???? Que isso gente??? E COMO FICA O PRÓXIMO CONCURSO? QUEM QUISER SER OFICIAL DOS BOMBEIROS, QUE FAÇA COMO EU: VÁ FAZER CONCURSO ATÉ CONSEGUIR ENTRAR DENTRO DAS VAGAS!! EU NÃO PASSEI E NEM POR ISSO FIQUEI CHORANDO PARA SER CONVOCADO. ESTOU AQUI LUTANDO PRA ENTRAR DENTRO DAS 27 VAGAS. SE FOR ASSIM, ENTÃO TODO CONCURSO VAI PRECISAR CHAMAR OS EXCEDENTES. E COMO FICAM NÓS QUE ESTAMOS LUTANDO AQUI?

Anônimo disse...

Poxa Cabo Julio!! Um concurso com tão poucas vagas e tão disputado igual a este!
Quem quiser passar nele, que estude mais e passe dentro das 27 vagas!

Se chamar estes excedentes todos, como vai ficar os próximos concursos? Quantas vagas vão ter? E eu, que estou estudando e lutando para ficar entre os 27??? Se fosse para soldado, com suas mais de 500 vagas, é uma coisa! Agora, um concurso desses, com tão poucas vagas... Vai ser uma covardia imensa tirar as vagas de quem está tentando.

Abandone essa ideia. Que eles estudem mais para o próximo, igual eu e todos os outros!

Anônimo disse...

Em primeiro lugar deve-se lembrar que a convocação de excedentes não inviabiliza o próximo concurso, como podemos observar no CFO da PM, que no inicio do ano chamou 62 excedentes (além das 120 vagas) e mesmo assim abriu novo concurso para mais 120 vagas que já está em andamento. Todo ano há baixas na corporação, logo é necessário repor pessoal todo ano e, por isso, a previsão é que haja concurso do CFO todos os anos, como vinha acontecendo, porém 2015 foi o único ano em que não houve entrada de nova turma, se fazendo necessário e justo, portanto, chamar todos os excedentes na tentativa de minimizar o prejuízo da não entrada de nenhuma turma em 2015. Além disso, vale ressaltar que o último concurso CFO foi o mais concorrido da corporação tendo dobrado o número previsto de inscrições. É um concurso longo e difícil, tanto que restaram tão poucos e as notas estão muito próximas e num patamar elevado, então quem conseguiu chegar até aqui, com certeza se dedicou muito, estudou bastante e treinou como um atleta de alto rendimento. Portanto, se for do interesse da corporação e também do Estado, mais que merecido a convocação desses excedentes. Eles batalharam bastante para chegar aqui, e não estão "chorando" por nenhuma regalia ou favor imerecido. Se é bom para a sociedade e para os Bombeiros, que estão sofrendo com a falta de efetivo, e além disso não atrapalha em nada os próximos concursos, então por que não chamar? É certo que o Deputado Cabo Júlio está inteirado de todas as informações pertinentes e relevantes e vêm fazendo um excelente trabalho para a segurança pública em nosso estado e com certeza ele está muito mais bem preparado que nós para julgar o que é melhor para a segurança da população. Confiamos no seu trabalho Deputado!

Anônimo disse...

Caro colega candidato,
A maior necessidade do CBMMG atualmente é de aumentar o seu quadro de praças combatentes. Todas as unidades administrativas e operacionais estão lotadas de Tenentes, sendo que soldados e cabos estão em extinção na instituição. Se você acha que cadetesve oficiais no Bombeiro pedem baixa, está completamente equivocado! Na polícia isso se tornou muito comum depois da exigência do Bacharelado em Direito, pois muitos passam em concursos melhores naquela área e preferem do que correr o risco de ser policial nessa sociedade tão violenta. Agora, concurso para Bombeiro meu amigo, é paixão antiga ou se não for vira...ainda mais agora que o salário está digno! Saiu outro edital, é melhor você afundar novamente nos estudos e começar de novo! Eu fui praça primeiro e passei depois da minha 4° tentativa, assim como vários outros oficiais. O CBMMG quer os melhores, se esforce para no próximo estar dentre eles, a maturidade ajuda! Inclusive seria interessante voltar a questão do ingresso único ou exigir curso superior para o CFO BM e idade mínima de 21 anos! Boa sorte a todos que a merecem!