O que você procura?

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

LAUDO APONTA QUE TIRO QUE ACERTOU MENOR NÃO PARTIU DE ARMA DO SGT PM DE ALFENAS

laudo-sargento-tiro
Sargento Alan Almeida e o vereador Wagner Tarcísio
O disparo que acertou a perna do adolescente não partiu da arma do militar, segundo o laudo

Nesta semana foi concluído o resultado do laudo balístico feito na arma do Sargento Alan Almeida, da Polícia Militar de Alfenas. Segundo o levantamento feito pelo Instituto de Perícia Criminalística de Belo Horizonte, oficializado pelo delegado regional de Polícia Civil, Celso Ávila, diz que o disparo não partiu da arma do PM.

Relembre o caso - O caso aconteceu em maio deste ano. Após perseguição policial, no bairro Primavera, um dos três menores que estava no veículo desceu com arma em punho e apontou para os militares.

Houve troca de tiros durante a perseguição. A equipe do Tático Móvel e a Rotam de Poços de Caldas estavam juntos na ocorrência. Após o disparo, o menor jogou a arma para o interior do automóvel que estava. O adolescente foi socorrido ainda pelos próprios policiais e levado para o Hospital Universitário Alzira Velano (HUAV). Conforme a PM, um revólver calibre 38 e uma réplica de arma de fogo foram apreendidos com os menores e o carro que os suspeitos estavam era roubado.
Adicionar legenda

Na reunião da Câmara Municipal desta segunda-feira (19) o vereador Wagner Tarcísio (Guinho/PT) acusou o policial de ter disparado contra o menor.

Alan Almeida, por telefone, disse que não recebeu o laudo com o resultado da balística. O militar informou que vai processar o parlamentar por calúnia, difamação e danos morais, assim que tiver acesso aos documentos oficiais.

Conforme informações da Justiça, as armas usadas no caso, já foram devolvidas a Polícia Militar.

FONTE: OMSULDEMINAS
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: