O que você procura?

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

PM PRENDE SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO NA MORTE DE SGT NA PAMPULHA EM 2014

Vanderli Gonçalves da Silva foi baleado em julho de 2014 na Vila Real, após discutir com dois homens. Um deles foi preso naquele ano e, segundo a polícia, confessou o crime. O segundo foi localizado nesta manhã em Ribeirão das Neves

Uma operação conjunta do Ministério Público, Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam) e Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) terminou com a prisão do segundo suspeito de envolvimento na morte do sargento Vanderli Gonçalves da Silva, baleado em uma vila no Bairro São Francisco, Região da Pampulha, em 2014. 

Segundo a Polícia Militar (PM), eles receberam informações de que Marcos Vinícius Martins Venâncio, apontando como um dos envolvidos no crime, estava em Ribeirão das Neves, na Grande BH. De posse de um mandado de prisão, eles seguiram para a cidade e o encontraram no bairro Jardim Colonial. Marcos Vinícius nega o crime. Ele foi levado para a 10ª Seccional da Polícia Civil. 

O crime contra o sargento aconteceu em 21 de junho de 2014. Ele estava em uma moto particular, à paisana, aguardando a namorada com quem tinha marcado um encontro, quando foi abordado por dois homens. Após uma discussão, um deles atirou contra o militar, que foi atingido no tórax, abdômen e costas, morrendo cerca de 15 dias depois no Hospital João XXIII. 

Em agosto daquele ano, a polícia prendeu Thiago Henrique Correa da Silva, de 24 anos, que na época confessou ter atirado em Vanderli Gonçalves. O crime gerou grande comoção entre os policiais. No enterro do militar, houve uma carreata que saiu da Região Centro-Sul de BH até o Cemitério da Paz, no Bairro Caiçara, Região Noroeste da capital.

FONTE: UAI
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: