O que você procura?

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

OPERAÇÃO DA PC APREENDE ARSENAL DE ARMAS E FORAGIDOS NO ALFREDO FREIRE

Trio de Patos de Minas estava escondido em Uberaba com as armas

Três jovens considerados de altíssima periculosidade que estavam foragidos da Justiça de Patos de Minas foram presos em Uberaba, durante uma operação desencadeada pela Polícia Civil, que culminou em grande apreensão de armas e munições.

De acordo com informações do chefe do 5º Departamento de Polícia Civil, delegado Heli Andrade, os civis da cidade de Patos de Minas, investigavam uma quadrilha acusada de vários crimes, naquele município, e descobriram que três foragidos estavam escondidos em Uberaba. Eles repassaram as informações para os policiais de Uberaba que montaram uma operação e foram, na manhã de ontem, em uma residência na avenida Professor Antônio Alves de Araújo, no bairro Alfredo Freire III.

Ao chegarem na casa eles abordaram os suspeitos B.P.R., 26 anos, K.V.M.E.J., 20 anos e K.P.A., 21 anos, e durante buscas na casa, os investigadores encontraram duas submetralhadores adaptadas, duas pistolas calibre 380, uma espingarda calibre 20, 260 munições calibre 9 milímetros, 50 munições calibre380, vários aparelhos celulares, maconha, além de facas e estojos para acondicionar munições.

Segundo o delegado de Polícia Civil, Ewerton Evangelista da PC de Patos de Minas, os jovens era investigados, desde o ano passado, pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, tentativas de homicídios e crimes contra o patrimônio, sendo que dois ônibus de transporte coletivo foram incendiados, naquela cidade nos últimos dias, pela organização criminosa em que os acusados participam. Visto que, eles tinham mandados de prisões expedidos pela comarca, daquele município, “eles fazem parte de uma organização criminosa que pratica vários tipos de crimes e eram investigados, desde setembro do ano passado” contou Evangelista. Após serem presos o trio B., K., e K., foi levado para a delegacia e apresentado ao delegado de plantão, Hércules Cardoso, que confirmou as prisões em flagrante. Na tarde de ontem, eles foram encaminhados para o presídio Sebastião Sátiro, em Patos de Minas, onde permanecem a disposição da Justiça.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

1 comentários:

Anônimo disse...

E a questão do auxílio alimentação que todos recebem menos a segurança pública? morreu? não se fala mais nisso