O que você procura?

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

PF FAZ OPERAÇÃO CONTRA O TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS

Polícia Federal deflagra operação 'Krul' em quatro estados do país (Foto: Polícia Federal/Divulgação)Operação 'Krull' visa desarticular quadrilha.

Policiais cumprem mandados de busca e apreensão em quatro estados.

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (25), a Operação "Krull", com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em tráfico internacional de drogas. Cerca de 100 policiais cumprem 16 mandados de prisão e 15 mandados de busca e apreensão em Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Goiás. As investigações realizadas pela Delegacia de Polícia Federal em Uberaba duraram um ano e meio.

A polícia chegou a uma organização criminosa com alto poder econômico, liderada por um homem de 45 anos, traficante que já teria sido um dos principais fornecedores de drogas para uma facção criminosa que atua no estado de São Paulo. Cumprindo pena em regime aberto em Juiz de Fora, o homem estava morando em Iturama, no Triângulo Mineiro, de onde articulava todos os movimentos da grupo, passando-se por pecuarista.

Outro membro que desempenhava importante papel na organização criminosa ficou conhecido pelo envolvimento no furto ao Banco Central de Fortaleza, em 2005, e atualmente controla o tráfico de drogas na segunda maior favela de São Paulo (SP), segundo a Polícia Federal.

Atuação da quadrilha

A quadrilha adquiria cocaína na Bolívia e a trazia para o território brasileiro por meio de aeronaves, utilizando pistas geralmente localizadas na zona rural, nas divisas entre os estados de Minas Gerais e Goiás, ou por via terrestre, entrando no Brasil por Corumbá (MS). A droga era armazenada e posteriormente transportada em veículos com compartimentos ocultos até os compradores finais, nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro (RJ).

Segundo a Polícia Federal, o pagamento pela droga era feito através de envio ou coleta de dinheiro (reais ou dólares), depósitos em contas bancárias próprias ou de terceiros ou ainda através de remessa de dólares por meio de casas de câmbio.

A fim de desarticular o poder econômico da quadrilha, algumas medidas judiciais foram tomadas, como o bloqueio de valores e ativos depositados em bancos tendo como titulares pessoas físicas e empresas detentoras de 28 CPFs e quatro CNPJs, sequestro de bens, veículos e aeronaves utilizadas no tráfico.
Desde o ano passado, as investigações relacionadas à Operação 'Krull' resultaram na apreensão de 721 quilos de cocaína, um caminhão, R$ 400 mil, US$ 400 mil, além da prisão em flagrante de 16 pessoas.

Outras informações sobre a operação serão divulgadas pelo delegado André Gebrim Vieira da Silva, durante entrevista coletiva na manhã desta terça-feira.

FONTE: G1
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: